Apollo_11_lunar_moduleHá 44 anos a Humanidade atingia o seu Ápice tecnológico.

Tripulação

Neil Armstrong Comandante

Edwin E. Aldrin Jr. Piloto do Módulo Lunar

Michael Collins Piloto do Módulo de Comando

Tripulação reserva

James A. Lovell Comandante

Fred W. Haise Jr. Piloto do Módulo Lunar

William A. Anders Piloto do Módulo de Comando

Carga paga

Columbia (CSM-107)

Eagle (LM-5)

Cronologia

21/11/68 – LM-5, teste de sistemas integrados

6/12/68 – CSM-107 teste de sistemas integrados

13/12/68 – LM-5 teste de aceitação

8/1/69 – LM-5 estágio de subida entregue no Space Center Kennedy

12/1/69 – LM-5 estágio de descida entregue no Space Center Kennedy

18/1/69 – S-IVB na doca no Space Center Kennedy

23/1/69 – CSM na doca no Space Center Kennedy

29/1/69 – módulo de comando e serviço acoplado

6/2/69 – S-II na doca no Space Center Kennedy

20/2/69 – S-IC na doca no Space Center Kennedy

17/2/69 – CSM-107 testes de sistemas combinados

27/2/69 – S-IU na doca no Space Center Kennedy

24/3/69 – CSM-107 testes de altitude

14/4/69 – enviada para o edifício de montagem do veículo

22/4/69 – teste de sistemas integrados

5/5/69 – CSM companheiro elétrica para Saturno V

20/5/69 – implantação de plataforma de lançamento 39A

1/6/69 – teste de prontidão voo

26/6/69 – Contagem regressiva demonstração – Teste

Lançamento

16 de julho de 1969, 09:32 EDT

Plataforma de lançamento 39A

Saturno V AS-506

Órbita

Altitude média: 190 km da superfície lunar

Inclinação: 32,521 graus

Órbitas: 30 revoluções

Duração: oito dias, três horas, 18 min, 35 segundos

Distância: 1.533.791 km percorridos

Localização Lunar: Mar da Tranquilidade

Coordenadas Lunar: 0,71 graus ao norte, 23,63 graus Leste

Aterrissagem

24 de julho de 1969, 12:50 EDT

Oceano Pacífico

Navio de recuperação: USS Hornet

Apollo_11 crew
Apollo 11: Neil Armstrong, Michael Collins e Edwin ‘Buzz’ Aldrin.

O principal objetivo da Apollo 11 foi a de completar um objetivo nacional definido pelo presidente John F. Kennedy em 25 de maio de 1961: realizar um pouso lunar tripulado e retornar à Terra.

Os objetivos dos voos adicionais incluíram a exploração científica pelo módulo lunar, ou LM, emprego de uma câmera de televisão para transmitir sinais para a Terra, e implantação de um experimento de equipamento para estudo do vento solar, pacote de experimento sísmico e um refletor Laser. Durante a exploração, os dois astronautas recolheram amostras de materiais da superfície lunar para o retorno à Terra. Eles também fotografaram extensivamente o terreno lunar juntamente com o equipamento científico, ambos ainda com movimento e câmeras de imagem.

Apollo_11 partiuDestaques da Missão

Estima-se que 530 milhões de pessoas assistiram por imagem televisiva a figura fantasmagórica de Armstrong e ouviram a sua voz proferir a célebre frase: “Um pequeno passo para um homem, Um gigantesco salto para a humanidade” em 20 de julho de 1969.

Duas horas e 44 minutos após o lançamento, o estágio S-IVB iniciou uma segunda queima de 5 minutos e 48 segundos, colocando a nave Apollo 11 em uma órbita trans-lunar.

Apollo_11 buzz
O segundo Ser Humano a pisar na Lua: ‘Buzz’ Aldrin é considerado por muitos um dos homens mais inteligentes que a NASA já teve.

A primeira transmissão de TV em cores para a Terra da Apollo 11 ocorreu em 17 de julho.

Em 18 de julho, Armstrong e Aldrin colocar em seus trajes espaciais e subiram pelo túnel de encaixe da Columbia para o módulo lunar  Eagle para verificar o LM, e para fazer a segunda transmissão de TV. Em 19 de julho, depois de Apollo 11 tinha voado atrás da lua, ficando fora de contato com a Terra, veio a primeira manobra de inserção na órbita lunar. Em cerca de 75 horas e 50 minutos de voo, uma queima de retrógrado do SPS durante 357,5 segundos colocou a nave espacial em uma órbita inicial, elíptico-lunar de 111 por 305 km. Mais tarde, uma segunda queima do SPS por 17 segundos colocou a nave numa órbita lunar de 99 por 113 km, que foi calculado para mudar a órbita do CSM pilotado por Collins. A mudança aconteceu por causa de perturbações da gravidade lunar no ponto de 111 km, o que poderia interferir no encontro do LM com a Columbia após a conclusão do pouso lunar. Antes desta segunda queima SPS, outra transmissão de TV foi realizada, desta vez a partir da superfície da lua.

apollo_11

Em 20 de julho, Armstrong e Aldrin entrou no LM novamente, fez uma verificação final, e na marca das 100 horas e 12 minutos de voo, o módulo Eagle separou-se do módulo de comando Columbia para a inspeção visual. Após 101 horas e 36 minutos, quando o LM foi para trás da lua em sua 13.ª órbita, o motor de descida do LM disparou por 30 segundos para fornecer empuxo de frenagem e começar a inserção na órbita de descida, passando para uma órbita de 14 por 107 km, em uma trajetória que era praticamente idêntica a descrita pela Apollo 10. O motor de descida continuou a fornecer impulso de frenagem até cerca de 102 horas e 45 minutos. O Eagle pousou 6 km fora do ponto previsto e quase um minuto e meio mais cedo do que o previsto. A alunissagem durou 40 segundos a mais do que o planejado, devido às manobras para evitar uma cratera durante a fase final da descida. Anexado ao estágio de descida havia uma placa comemorativa assinada pelo presidente Richard M. Nixon e os três astronautas.

O plano de voo previa uma EVA (Atividade Extra Veicular) para começar depois de um período de descanso de quatro horas, mas foi antecipado por solicitação dos astronautas. No entanto, quase quatro horas depois foi que Armstrong saiu do Eagle. Com cerca de 109 horas e 42 minutos após o lançamento, Armstrong pisou na lua. Vinte minutos depois, foi a vez Aldrin. Uma câmera foi então posicionada sobre um tripé a cerca de 30 metros do LM. Meia hora depois, o presidente Nixon falou por telefone com os astronautas

Apollo_11 bota
“Um pequeno passo para um homem, um gigantesco salto para a humanidade”. Apesar da frase proferida por Armostrong, a pegada eternizada na Lua é de Buzz Aldrin.

Armstrong e Aldrin passaram 21 horas e 36 minutos na superfície da lua. Depois de um período de descanso que incluiu sete horas de sono, o motor do estágio de subida disparado. O Eagle chegou a uma órbita inicial de 11 por 55 km acima da Lua para encontrar a nave Columbia.

A injeção Trans-Terra começou no dia 21 de julho com o motor sendo disparado por dois minutos e meio, após a Columbia completar a 59.ª hora na orbita da lua. Após isso, os astronautas dormiram por cerca de 10 horas.

Apollo_11 Terra

Procedimentos de reentrada foram iniciados em 24 de julho, 44 horas depois de deixarem a órbita lunar. O SM separou-se do CM. Depois de um voo de 195 horas, 18 minutos e 35 segundos – cerca de 36 minutos a mais do que o previsto – a Apollo 11 amerissou no Oceano Pacífico, a 13 milhas (20 km) do navio de recuperação USS Hornet. Devido ao mau tempo na área do alvo, o ponto de desembarque foi alterado por cerca de 250 milhas. Apollo 11 pousou 13 graus e 19 minutos de latitude norte e 169 graus, nove minutos longitude oeste, 24 de julho de 1969.


FONTE/IMAGENS : NASA


Anúncios

49 COMENTÁRIOS

  1. Não estou aqui para julgar se os caras foram ou não a lua em 69… mas já fazem 44 anos e quanto mais o tempo passa sem ninguém voltar lá… é natural crescer a desconfiança a respeito…

    Outro fato estranho é onde foram parar os velhos e bons projetos das capsulas Apollo… pois após a aposentadoria dos ônibus espaciais, parece que os americanos voltaram 60 anos no tempo e não tem mais capacidade pra mandar nem uma cadela ao espaço…

  2. Qual era o objetivo da Missão Apolo? Ou melhor, qual eram os objetivos da Mercury, Gemini e Apolo?

  3. Uma vez fui em uma empresa porque os caras estavam ouvindo um barulho…. um aviso sonoro e não sabiam o que estava acontecendo…. era só um no break… dei muita risada…

  4. Eu acredito que foram, de alguma forma… mas acho que deram uma 'enfeitada na coisa toda', em algum outro lugar, pra dizer que eles eram os maiorais e tal… objetivo claro eles não tinham, a não ser dizer que o capitalismo 'era melhor que o comunismo', o inverso também vale, esse era o verdadeiro objetivo. Chegar lá, na cabeça deles naquela época, era o verdadeiro objetivo.

  5. As capsulas Apollo, alem da odisseia lunar, levavam tb homens ao espaço orbital como nas missões Skylab e no projeto Apollo-Soyuz nos anos 70, entre outros…. as capsulas Apollo poderiam levar hj astronautas a ISS tranquilamente…

    Mas, onde estão as cópias heliográficas, cheirando amoníaco, destes projetos?

  6. Para os que acham que não acreditar é inconcebível, tenho várias perguntas inconcebíveis e fotos impossíveis que justificam o fato de eu não acreditar, muito embora também não desacredito.

    Enquanto isso, não perco uma chance de discutir o assunto. Para iniciar, pergunto a quem tá aí metendo o malho em quem não acredita, quem fez essa foto que está aqui nesta página, onde mostra o LM ainda acoplado ao CSM, com a Lua ao fundo???

    Vamos lá, diz aí… Quem poderia ter feito essa foto??? Tô curioso!

Comments are closed.