Durante o período de 28 de novembro a 4 de dezembro o 4º Esquadrão de Transporte Aéreo, Esquadrão Carajá, realizou com base em Campo Grande – MS, voos de treinamento operacional utilizando duas aeronaves C-95, com a finalidade de concluir o programa capacitação de pilotos e mecânicos de voo em transporte aeroterrestre, previsto para o ano de 2009.

O aperfeiçoamento das equipagens de C-95, especificamente na missão de Ressuprimento Aéreo, se deu com a realização de missões de navegação a baixa altura em formação in trail, lançamento aéreo de fardos isolados de 198 Lb com paraquedas G-13, e até cinco cargas utilizando paraquedas tipo RAC pelo Sistema de Lançamento Múltiplo de Fardos.

Os pilotos-navegadores-lançadores do Esquadrão Carajá mostraram ser capazes de garantir às forças de superfície uma precisão média de 87m do ponto de impacto instalado na Zona de Lançamento, com ventos que variaram de 15 a 30 Kt.

Foram cumpridas 28 ordens de instrução com aproveitamento de 78% do treinamento planejado para tripulantes e equipes de dobragem de paraquedas e de operação de ZL, com esforço aéreo total de 53:20 horas PIMO.

Dentre os vôos realizados, um tipo de missão teve especial significado para o esquadrão: circuitos de navegação com pouso em pistas não-preparadas, missão típica que o 4º ETA realizava na década de 90, em apoio aos destacamentos de fronteira do Comando Militar do Oeste, do Exército Brasileiro. No dia 1º de dezembro foram realizados 14 pousos nas localidades de Porto Índio e Forte Coimbra, no município de Corumbá – MS, fronteira com a Bolívia, cujas pistas são de 900m de grama e 1000m de cascalho, respectivamente.

Com isso, o Esquadrão Carajá prepara seus pilotos para operarem de forma mais eficaz na área de jurisdição do IV COMAR, resgatando sua operacionalidade neste tipo de operação.

Fonte: 4º ETA

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS