Aeronave An-148 da Saratov Airlines.

Uma aeronave russa Antonov AN-148 (matrícula RA-61704) operada pela companhia Saratov Airlines, com apenas 7 anos em serviço, caiu na região de Moscou neste domingo (11). A aeronave havia decolado da pista 14R do aeroporto Domodedovo, em Moscou, as 14h21 (9h21 horário Brasília).

De acordo com a agência Reuters, 71 pessoas estavam a bordo – 65 passageiros e seis tripulantes. Segundo fontes citadas pela imprensa russa, não há sobreviventes.

O serviço de tráfego aéreo em tempo real FlightRadar24 informa que o voo 6W703 havia acabado de decolar do aeroporto Domodedovo, em Moscou, com destino a Orsk, a cerca de 1.700 km de Moscou e perto da fronteira com o Cazaquistão, quando perdeu contato às 14h27 hora local, caindo no vilarejo de Argunovo, a cerca de 48 km do aeroporto de Domodedovo.

Seu último contato foi cinco minutos após a decolagem, indicando uma trajetória descendente, indo de uma altura de 1.880 metros para 1.005 metros em um minuto.

O tempo na hora de partida no aeroporto de Domodedovo apresentava visibilidade limitada (2100 metros) durante uma nevasca leve. A temperatura era de -5 ° C, e tinha uma camada de nuvens a 2.600 pés.

METAR DO LOCAL:

10:30 UTC / 13:30 local time:
UUDD 111030Z 14005MPS 2500 R14R/1800U R14L/P2000D -SHSN BKN007 BKN026CB M05/M06 Q1019 R14R/590293 R14L/590392 TEMPO 1000 SHSN

11:00 UTC / 14:00 local time:
UUDD 111100Z 14006MPS 1800 R14R/1900U R14L/1800U SHSN BKN007 BKN026CB M05/M06 Q1019 R14R/590293 R14L/590392 NOSIG

11:30 UTC / 14:30 local time:
UUDD 111130Z 13006MPS 2100 -SN SCT008 OVC026 M05/M06 Q1019 R14R/590293 R14L/590392 TEMPO 1200 SHSN BKN012CB

12:00 UTC / 15:00 local time:
UUDD 111200Z 13005MPS 1900 R14R/2000D R14L/1900D SN SCT007 OVC026 M05/M06 Q1019 R14R/590293 R14L/590491 TEMPO 1200 SHSN BKN012CB

O Ministério dos Transportes da Rússia considera várias possibilidades como causa do acidente, incluindo condições climáticas por conta de um inverno rigoroso e erro do piloto, disse a agência russa Interfax.

A região tem sido atingida por nevascas nos últimos dias. De acordo com a agência de notícias Ruptly, os bombeiros só conseguem chegar ao local da queda a pé por causa das condições climáticas.

Equipes de emergência no local da queda. (Foto: Reuters)

O governo russo enviou 150 pessoas e 20 equipamentos, incluindo um helicóptero Mil Mi-8, ao local do acidente, afirmou o Ministério das Situações de Emergência.

O presidente russo, Vladimir Putin, prestou condolências às famílias, e ordenou a criação de uma comissão para investigar o acidente, segundo a agência Tass.

A Saratov Airlines foi fundada em 1994, ligando destinos na Rússia e alguns voos internacionais e fretamentos. A frota da companhia inclui cinco AN-148, incluindo o que caiu neste domingo, e ainda sete Yak-42 e dois novos Embraer 190.

O acidente do An-148 também fecha um período recorde de segurança aérea. No mês passado, a empresa de consultoria de aviação holandesa To70 disse que 2017 foi o ano mais seguro registrado, sem acidentes com aviões comerciais de passageiros durante o ano. O último acidente com aeronaves comerciais havia ocorrido com a aeronave da LaMia que transportava a equipe de futebol brasileira da Chapecoense que caiu perto de Medellín, na Colômbia, em novembro de 2016.


Dica do leitor Ângelo Almeida.

4 COMENTÁRIOS