Aeronave elétrica Magnus eFusion.

Um protótipo da aeronave elétrica Magnus eFusion caiu no dia 31 de maio na Hungria, matando o piloto e o passageiro a bordo.

O avião esportivo leve de dois lugares estava em um voo de teste quando caiu em uma plantação de milho. A aeronave estava equipada com um sistema de pára-quedas de recuperação balístico.

O eFusion foi desenvolvido pela empresa húngara Magnus Aircraft em colaboração com a alemã Siemens e é baseado na versão da aeronave com motor a pistão Magnus Fusion.

O voo inaugural da aeronave elétrica foi concluído no aeródromo de Matkópuszta, em Kecskemet, Hungria, em abril de 2016.

A aeronave é alimentada por um sistema de acionamento elétrico Siemens de 60kW. O sistema de propulsão elétrica, incluindo motor e baterias, foi projetado pela subsidiária húngara da Siemens e da Siemens na Alemanha.

A aeronave é totalmente alimentada por bateria e tem uma autonomia de aproximadamente uma hora. A aeronave tem um peso vazio de 410 kg e um peso máximo de decolagem de 600 kg.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS