Cinco pessoas morreram e três ficaram feridas após uma explosão de um foguete na Rússia.

O acidente foi na quinta-feira (08). A empresa estatal nuclear Rosatom (??????? em russo) emitiu uma nota dizendo que o acidente ocorreu durante testes em um motor de foguete a base de propelente líquido. Os três funcionários feridos sofreram queimaduras graves.

Autoridades haviam dito anteriormente que duas pessoas morreram e seis ficaram feridas na explosão, na localidade de Nyonoksa.

Segundo a Rosatom, sua equipe técnica e de engenharia estava trabalhando na “fonte de energia do isótopo” para o sistema de propulsão.

Nyonoksa é onde a Marinha russa praticamente realiza todos os testes para todos os sistemas de mísseis usados, incluindo mísseis balísticos intercontinentais lançados a partir do mar, mísseis de cruzeiro e mísseis antiaéreos.

Na quinta-feira, a administração de Severodvinsk – 47 km a leste de Nyonoksa – relatou um aumento de 40 minutos na radiação, que atingiu 2 microsieverts por hora, depois voltou aos 0,11 microsieverts normais. Ambos os níveis são muito pequenos para causar doença por radiação.

O Ministério da Defesa da Rússia insistiu que “não houve substâncias químicas nocivas lançadas na atmosfera e os níveis de radiação são normais“.

É o segundo acidente envolvendo as Forças Armadas da Rússia nesta semana.

Na segunda-feira (04), uma pessoa foi morta e outras oito ficaram feridas em um incêndio em um depósito de munição na Sibéria. Munições detonadas danificaram uma escola e um jardim de infância na área e forçaram a evacuação de mais de 9.500 pessoas.


Com informações de BBC e RU29.

Anúncios

17 COMENTÁRIOS