O helicóptero A109LUH “4006” da SAAF após acidente em Centurion.

Um helicóptero Agusta A109LUH da Força Aérea Sul-Africana (SAAF) caiu em Centurion no dia 18 de abril. Os dois tripulantes ficaram gravemente feridos.

O helicóptero caiu perto da Rodovia 101, ao lado do Swartkop Golf Estate, que fica localizado próximo da Base Aérea de Swartkop (FASK), em Centurion. Segundo informações da SAAF o A109 teve um problema técnico.

O porta-voz da equipe de resgate, Garrith Jamieson, disse que os Paramédicos da Emer-G-Med responderam ao telefonema e descobriram que dois militares sofreram ferimentos graves.

“Eles foram estabilizados em cena pela Advanced Life Support Paramedics antes de serem levados para os hospitais próximos para o atendimento urgente que precisavam. A cena foi protegida para posteriores investigações”, disse ele.

“Nesta fase, os eventos que levaram ao acidente de helicóptero são desconhecidos, no entanto, serão investigados por todos os serviços relevantes”.

A aeronave, com matrícula 4006, estava a caminho de Nasrec, ao sul de Johanesburgo, para a Base da Força Aérea Swartkop, em Pretória, para reabastecer quando o acidente ocorreu.

Ele estava praticando para uma demonstração no Rand Show que abre amanhã. Os A109s deveriam levar bandeiras e participar da demonstração de capacidade da Força de Defesa Nacional da África do Sul.

O A109 foi comprado para substituir os antigos helicópteros Eurocopter SA-316/SA-319 Alouette III, que estavam em serviço desde 1962 no papel utilitário leve. A entrega dos 30 helicópteros A109 comprados da empresa de helicópteros anglo-italiana AgustaWestland sob o Projeto Flange teve início em 19 de outubro de 2005. As entregas foram afetadas por atrasos e dificuldades e uma opção por mais dez não foi exercida.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS