A queda de um helicóptero Mi-35 na República do Daguestão causou a morte de quatro militares. (Foto: Erik Rostov)

A queda de um helicóptero de combate Mil Mi-35 no Daguestão, de acordo com dados divulgados, causou a morte de quatro pessoas, conforme relato da Interfax no sábado, dia 8 de setembro. As informações são das forças de segurança Distrito Federal do Cáucaso do Norte.

Segundo uma fonte, três membros da tripulação – “o comandante, piloto e um operador” – mais um representante do Comando Aéreo Unificado da Rússia estavam a bordo do helicóptero acidentado. Seus corpos foram encontrados no local do acidente.

Anteriormente o Ministério da Defesa russo, proprietário do helicóptero, relatou que a bordo do acidentado Mi-35 estava uma tripulação de três pessoas.

O helicóptero bateu numa montanha no distrito Botlikh, no Daguestão, durante um voo de translado. Não foi informado se o helicóptero estava armado pois o Mi-35 ficou totalmente destruído pelo fogo.

Uma investigação está sendo liderada pelo Distrito Federal do Cáucaso do Norte.

Texto: Rustam, direto da Rússia – Tradução e Adaptação do Texto: Cavok

Enhanced by Zemanta

2 COMENTÁRIOS

  1. Muito bonita essa pintura chumbo do heli da foto. Lamentáveis as mortes no incidente.

    • Ou acidente (quem classificará o acontecido formalmente é a autoridade aérea encarregada de apurar o que houve, definindo de acordo com as normas e nomenclaturas possivelmente diferenciadas do país. Não eu).

Comments are closed.