Jato de combate JH-7 da Marinha Chinesa.

Dois pilotos da Aviação Naval do Exército de Libertação Popular (PLANAF – Marinha da China) morreram após a queda de um jato de combate na terça-feira (12/03), durante uma missão de treinamento na província de Hainan, no sul da ilha, disseram os militares chineses.

O comunicado oficial do Exército de Libertação Popular (PLA) não especificou o tipo de avião que caiu, apesar de uma testemunha não verificada ter dito que seria um Xian JH-7 “Flying Leopard”, de acordo com o site South China Morning Post, de Hong Kong.

A Marinha Chinesa abriu uma investigação para determinar a causa do acidente que aconteceu durante um treinamento sobre o condado de Ledong, na parte sul da ilha de Hainan.

O JH-7, que entrou em serviço na Marinha e na Força Aérea na década de 1990, esteve envolvido em vários acidentes fatais ao longo dos anos. O 27º Regimento Aéreo da PLANAF (parte da 9ª Divisão) opera o Xian JH-7A e está localizado em Ledong Foluo.

Comentaristas militares disseram anteriormente que o esforço da China para melhorar sua prontidão de combate, que inclui a construção de novos porta-aviões e aviões de guerra, resultou em uma séria escassez de pilotos qualificados.

Para preencher as vagas, os militares chineses começaram um importante programa de recrutamento e treinamento intensivo para os pilotos, segundo a reportagem.

3 COMENTÁRIOS