Um jato de treinamento BAE Hawk da Real Força Aérea Saudita.

Um jato de treinamento Hawk da Real Força Aérea Saudita (RSAF) caiu nessa terça-feira na região de Tabuk, noroeste do país, conforme informações da agência de notícias estatal SPA.

A aeronave Hawk realizava uma missão de treinamento na área de Tabuk, quando colidiu com um pássaro, disse a reportagem, citando um funcionário não identificado do Ministério da Defesa.

A colisão com o pássaro causou uma pane no motor, mas o piloto conseguiu ejetar em segurança.

Os jatos de treinamento Hawk, fabricados pela britânica BAE Systems, foram adquiridos pela Arábia Saudita na década de 80, e as cerca de 50 aeronaves em operação estão atribuídas aos esquadrões 21, 79 e 88.

Dica do amigo Matheus Pires. Obrigado 😉

Anúncios

8 COMENTÁRIOS

  1. Os aviões Hawks são da idade/geração dos nossos aposentados AT-26 Xavantes ou dos nossos A-1?

    • Os xavantãoes entrarem em operação na década de 60 o BAE em 74 mais ou menos 10 anos de diferença..

    • Andre,

      O A-1 compete na mesma faixa do Hawk. No livreto Aviões do Futuro o autor faz um comparativo de ambos e chega a conclusão que o Hawk é melhor…mas é pura casualidade que o mesmo seja inglês…hehehehehe…mas infelizmente, mesmo o AMX carregando maior carga paga, o fraco motor o rebaixa e na ponta do lápis, vale mais o hawk ao nosso AMX…

  2. Caro André, esses aviões são contemporâneos do nosso A-1. Entraram em serviço na segunda metade da década de 80.

    Um abraço.

  3. Para desespero de certos elementos dados a cornetear o Ocidente, este vetor não sofreu acidente por pane, mas sim, pelo abalroamento de um passaro.

    Isto está dentro do acidente imprevísivel e do qual dificilmente escapa quem pisou no sapato da bruxa.

Comments are closed.