Um jato de treinamento Kiran da Força Aérea da Índia.

Um jato de treinamento HJT-16 Kiran Mk2, da Escola de Treinamento de Voo (FTS) da Força Aérea Indiana, caiu na manhã de 28 de novembro de 2018.

Por volta das 11h30, a aeronave HJT-16 Kiran Mk2 caiu em Hakimpet, no estado de Telangana (centro da Índia), perto da vila de Bahupeta nos arredores da cidade de Hyderabad. O jato caiu num campo aberto, a cerca de 50 km da cidade, e ficou destruído.

A bordo da aeronave estava uma cadete feminina, que conseguiu ejetar com segurança.

De acordo com as informações disponíveis, a aeronave de treinamento havia decolado da Estação da Força Aérea Hakimpet e estava em uma missão de treinamento de rotina. Um Tribunal de Inquérito irá investigar a causa do acidente, disseram funcionários.

Uma falha técnica é a causa mais provável por ter causado o acidente, de acordo com especialistas da academia que foram destacados para examinar o acidente.

Em 2017 a Força Aérea da Índia perdeu dois jatos Kiran em acidentes, e no dia 21 de novembro deste ano, um jato do mesmo tipo teve que realizar um pouso de emergência durante um voo de treinamento na academia. 

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Toda aeronave está sujeita a pane mas Infelizmente mas isso é algo normal para os padrões indianos.

  2. Este avião é projeto dos anos 60, a mesma época do MB-326, usavam o mesmo motor no início, o raquítico Rolls-Royce Viper turbojet 2,500 lbf, o Xavante brasileiro usou uma versão mais potente.
    O Kiran foi fabricado de 1964 a 1989, já deveria ter se aposentado, mas seu substituto Sitara tem apresentado vários problemas, primeiro não saia do parafuso, os indianos contrataram a BAE que solucionou o problema, mas ainda tem um comportamento muito "nervoso" para um avião de instrução, com pouco controle a baixa velocidade, o que é fatal na instrução. Já tem seis protótipos construídos desde 2002 na tentativa de acertar o avião mas em 2017 a HAL declarou que devido a problemas insolúveis parecia que o Sitara não seria possível de ser utilizado como uma aeronave de instrução. O problema é que já compraram e receberam 25 motores NPO Saturn AL-55I russos para os primeiros aviões.
    . https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/th

Comments are closed.