Uma aeronave T-27 Tucano da Academia da Força Aérea. (Foto: Fernando Valduga / Cavok)

Na manhã dessa segunda-feira, dia 4 de junho, um acidente com uma aeronave de treinamento T-27 Tucano da Força Aérea Brasileira acabou vitimando o Cadete Aviador André Rodrigues Silva, quando ele foi ejetado da aeronave ainda no solo. O acidente ocorreu no momento que a aeronave se preprava para decolar da pista da Academia da Força Aérea, em Pirassununga, interior de São Paulo.

Segundo informações divulgadas pela FAB, o acidente ocorreu às 7:05hs. O cadete, de 22 anos e com cerca de 100 horas de voo, chegou a ser socorrido e enviado ao hospital da AFA, mas não resistiu aos ferimentos. Ele era natural de Brasília e estava na AFA desde 2009, com previsão de se formar piloto este ano.

Segue Nota Oficial da Aeronáutica:

O Comando da Aeronáutica lamenta informar que, nesta segunda-feira (04/06), às 07h05, ocorreu um acidente com uma aeronave T-27 Tucano da Força Aérea Brasileira na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga (SP). No acidente faleceu o Cadete Aviador André Rodrigues Silva.

O acidente ocorreu próximo da cabeceira da pista de decolagem, no início de uma missão de treinamento.

O Comando da Aeronáutica já iniciou as investigações para apurar os possíveis fatores que contribuíram para o acidente.

Brasília, 04 de junho de 2012.

Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno
Chefe do Centro de Comunicação Social da Aeronáutica

Anúncios

26 COMENTÁRIOS

  1. Segundo informações ele foi ejetado da aeronave. No G1 não fala se isso em si foi o acidente, ou se ele ejetou devido ao acidente. Lembrando que o assento do T-27 é 0-70.

  2. Que semaninha, hein?

    Definitivamente, eu não acredito em bruxas, mas que elas existem, existem…

    • Só esperemos que isso não seja o resultado da contínuo e sistemático contigênciamento de verbas para as FFAAs…

      Que esse assento ejetor tem um histórico de problemas, tem sim(se não me engano houve uma ejeção num alphajet inglês, enquanto ele taxiava), mas se for por falta de $$$$…

      • Giordani RS, acho que você se confundiu em alguma coisa: a Inglaterra usa o Hawk, não o Alpha Jet. Mas sua informação é muito válida, pois o fabricante inglês do assento ejetor do Tucano, a Martin Baker, costuma se vangloriar das poucas falhas e do domínio no "mundo ocidental"…

      • Não deve ter nada a ver com grana. Acidente ocorre até na USAF, e não é falta de $

        • Calma lá vivente…Se não houver grana para a manutenção? Quantos e quantos aviões já caíram justamente por ter uma manutenção inadequada. E ninguém está afirmando que foi por falta de grana, apenas lembrei aos amigos algo que o governo vem sistematicamente fazendo com as FFAA´s de Pindorama…e só lembrando, mais uma vez, que nos meios militares, o zunzunzun dos acidentes do no NAe São Paulo foram resutados da falta de $$$…

          • depois de investigação e etc vc pode afirmar que é falta de grana, porém no calor dos acontecimentos não. Falha no percursor do assento não é falta de grana, é de projeto…

            tem que esperar…

  3. Terrível. Sinto muito a perda de qualquer piloto. Imagino que, se a FAB não fosse, há décadas, tão mal equipada na primeira linha, qualquer um de nós poderia ter corrido o mesmo risco, estar lá hoje e até conhecer o rapaz vitimado. Meus pêsames à família dele.

  4. Gente, não vamos misturar as coisas:

    Falta dinheiro, mas isso não faz piloto ejetar no táxi, esta é uma fase em que o Cadete só tem umas 25 horas de T-27(ja que tem 100 de voo e 75 são de T-25), e só esperando a investigação.

    Está havendo a reunião da turma Epcar78/AFA81 em Pirassununga esta semana, da qual eu fui integrante de 1881 a 1983 e vamos ter mais informações logo.

    Ainda não está claro se a ejeção foi parado ou na corrida para decolagem, fora do pacote de operação do Martin Baker Mk8L, ja houveram acidentes por acionamento involuntário.

    O mais famoso foi o que matou o Cap. Av. Ronaldo Rui Lobo César, experiente piloto de provas da Divisão de Ensaios em Voo do CTA, durante um taxi em 1987.

    O Mk8L precisa da velocidade de 60 nós para ser acionado no solo em segurança.

  5. É uma perda inestimável principalmente para a família do Cadete Aviador André Rodrigues Silva,bem como para toda a nossa nação brasileira, pois os jovens que la estão merecem nossa total admiração. Minhas humilde e sinceras condolências aos familiares e demais cadetes.

  6. Putz, 22 anos….

    Seria bom parar os voos até saírem os resultados da investigação, voar eles quase não voam mesmo, segurança em 1º lugar!

    • O avião ja foi testado e aprovado, não tem porque parar por um acidente isolado.

      Os T-27 voam muito, os Cadetes do quarto ano tem que completar suas 100 horas até o final de novembro, e eram mais de 125 cadetes aviadores no quarto ano antes, agora não sei quantos são. Mas ainda são muitos. O 2EIA voa mais de 10.000 horas por ano.

      • Corrigindo: O 1ºEIA voa T-27, +- 100 horas por cadete e o 2ºEIA voa T-25, +- 75 horas ano por cadete.

      • Strobel,

        "O avião ja foi testado e aprovado, não tem porque parar por um acidente isolado."

        Depende, é até comum que se parem os voos e façam uma revisão antes ou que se espere o resultado da investigação dependendo do resultado ai sim fariam uma revisão…

        Quanto a voar muito ou não, sim eles voam não muito mas voam, parece que combustível voltou a pingar por aquelas bandas ahahaha

        • A instrução nunca parou por falta de combustível, não tem como atrasar, pois no final do ano tem que entregar os aspirantes com suas horas cumpridas.

  7. Sentimentos a familias e tambem aos companheiros de AFA. Deve ser muito dificil perder um companheiro nestas circunstancias. E vidas nao tem preço.

  8. Realmente uma pena. Sentimentos à família e a todos da AFA. Alguém sabe qual a matrícula do T-27 em questão?

  9. Que pino será este aqui ?

    Vou puxar e tira-lo daqui, ta me incomodando…

    Bum……..

    Estuda a apostila, meu filho.

    Minha opinião, um dia aconteçe erros e enganos, principalmente de quem está aprendendo ainda.

Comments are closed.