A empresa AEL vai fornecer no total quatro sistemas para o jato KC-390 da Embraer. (Foto: Embraer)

A Embraer Defesa e Segurança anunciou hoje a seleção da empresa brasileira AEL Sistemas, de Porto Alegre, para fornecer mais três sistemas do jato de transporte militar e de reabastecimento KC-390: de autoproteção (SPS); de contramedidas direcionais infravermelho (DIRCM); e de orientação do piloto (HUD).

A Embraer está desenvolvendo o KC-390 sob contrato com a Força Aérea Brasileira (FAB), que tem aprovação final sobre a seleção dos sistemas da aeronave considerados de interesse estratégico, como propulsão, aviônica, missão, autoproteção, manuseio e lançamento de cargas, entre outros. Em setembro passado, a Embraer já havia anunciado a seleção da AEL para o fornecimento dos computadores de missão do novo jato. Com início dos ensaios em vôo em 2014, a primeira entrega do KC-390 está prevista para 2016.

“O KC-390 está sendo projetado para operar em todo o mundo, sob diversas condições, com o mesmo desempenho destacado”, disse Eduardo Bonini Santos Pinto, Vice-Presidente de Operações & COO, Embraer Defesa e Segurança. “A escolha dos principais fornecedores é um processo extremamente relevante para atingirmos nosso compromisso com a Força Aérea Brasileira de fazer do KC-390 uma aeronave do mais elevado padrão tecnológico, sem similares no mercado, e um produto que agregará muito valor para o Brasil.”

Shlomo Erez, Presidente da AEL, comentou: “Estamos muito orgulhosos por termos sido escolhidos para o fornecimento de nossos sistemas no estado da arte – SPS, DIRCM e HUD – para o KC-390 da Embraer, somando-se ao computador de missão que já havia sido selecionado. Essa escolha comprova a importância da AEL para as mais avançadas indústrias aeronáuticas e temos grande satisfação em compartilhar nosso conhecimento e experiência comprovada com nossos parceiros Embraer e Força Aérea Brasileira.”

O SPS garante a capacidade de consciência situacional e sobrevivência em ambientes hostis, permitindo à aeronave detectar e reagir a diversas ameaças. O KC-390 possui requisitos únicos de sobrevivência contra ameaças provenientes do solo, em função das missões de lançamento rasante de carga, assalto aeroterrestre e infiltração e exfiltração aérea.

O DIRCM é o mais moderno sistema em contramedidas para mísseis infravermelhos, sendo a principal e mais eficiente arma contra esta ameaça. A solução oferecida pela AEL utiliza um laser de última geração, baseado em fibra ótica, capaz de gerar um feixe de energia para inibir mísseis infravermelhos quilômetros antes de eles ameaçarem o KC-390. O alto nível de integração do DIRCM com o SPS proporciona uma solução otimizada em termos de desempenho, instalação e peso.

O HUD fornece informações no campo de visão dos pilotos durante todas as fases de vôo. A funcionalidade de decolagem sob baixa visibilidade (LVTO) permitirá ao KC-390 operar seguramente sob condições severas e adversas. Além disso, uma câmera colorida instalada na cabine de pilotagem gravará a visão do piloto sobreposta com as informações geradas pelo HUD, para fins de análise das missões.

Anúncios

6 COMENTÁRIOS

  1. Alguém sabe informar qual parte do KC-390FB, vai ser construído aqui?

  2. Acredito que boa parte da fuselagem vai ser fabricada no Brasil,bem como alguns sistemas,a ideia é que o projeto chegue a 70% de nacionalização de seus componentes sendo assim abrangendo e aumento o parque industrial nacional.

    Com a entrada no mercado deste avião bem no momento da aposentadoria dos C-130 A/B/E/H/K , vai ocorrer uma grande busca por um substituto e de novo mesmo no mercado a um preço atraente na faixa dos 50 milhões só o KC-390!

    Vamos aguardar para ver.

      • Segundo o BNDES, o índice chega à 80%, se excluir os motores. É um número significativo, mas gostaria de saber como chegaram nesse valor.

        []'s

    • Caro Gerson,

      Com certeza. Argentina, Chile e Brasil tem bases na Antárdida e o KC-390 irá substituir todos os C-130 Hércules da FAB. E provavelmente do Chile e Argentina.

      []'s

Comments are closed.