Caça F-5EM do Esquadrão Pampa sobrevoando a Lagoa dos Patos, no Rio Grande do Sul. (Foto: Leandro Casella / Cavok)

A Elbit Systems Ltd. Anunciou que sua subsidiária brasileira a AEL Sistemas S.A (AEL). recebeu um contrato da Embraer Defesa e Segurança para a modernização de onze caças F-5. A AEL é o principal subcontratista da  Embraer Defesa e Segurança e o principal fornecedor do projeto. O  contrato é avaliado em U$85 milhões e deve ser executado no ano de 2013.

O contrato para esta modernização é o seguimento de contratos de 2001 e 2007, os quais compreendem serviços de engenharia o fornecimento dos  equipamentos: computador de missão, displays, radar, Sistema EW (guerra eletrônica), gerenciamento da munição e outros avionicos. Em complemento ao contrato a AEL fornecerá um simulador de voo, peças de reposição e equipamentos de apoio em terra.

As palavras de Joseph Ackerman, Presidente e  CEO da Elbit Systems: “Nós estamos orgulhosos de a AEL ter sido selecionada para realizar a modernização destes caças,o demonstra a capacidade da AEL de fornecer  à  Embraer e à Força Aérea Brasileira sistemas avançados, desenvolvidos,  produzidos e com apoio logístico no país. Através de significativos investimentos, a AEL tornou-se um centro de excelência para avônicos, e este contrato atesta a satisfação do cliente com a nossa performance.”

Ackerman complementa: “Nós confiamos que este contrato fortalecerá ainda mais a excelente cooperação entre a AEL, Embraer e a Força Aérea Brasileira e esperamos que outros clientes decidam-se em seguir o Brasil e selecionar nossos sistemas provados em combate.”

Fonte: Elbit Systems

Anúncios

45 COMENTÁRIOS

  1. Já era uma notícia esperada!Com a falta de interesse do governo neste FX2, a FAB está preparando o plano B.Se o FX2 fosse fechado neste ano de 2011, acredito que poderiamos ter os primeiros caças já para 2013/2014, caso fosse o F18 SH a ser o escolhido.

    Abc

    Paulo

  2. Regozijam-se todos os envolvidos nesta modernização, que em notícias passadas, dão conta de USD 15 milhões por unidade! … menos os brasileiros conscientes e a FAB… pelo menos deveriam!
    Enquanto isso o Chile compra F-16MLU pelo mesmo valor… o avião todo!
    Coitada da FAB… além dos "vendidos" internos, tem a "pressão" externa…
    "Um desses dias Alice… um desses dias…"

      • Leia o texto!… este é apenas uma parte da modernização… um dos contratos…

        • devo ter dislexia, pq não consigo chegar a 15 milhoes por célula de forma alguma.

          • Não é isso… vou explicar novamente… o texto deixa claro, pelo menos para mim, que o valor acima não está completo, que é parte do contrato de modernização, que abrange mais itens do que o descrito, inclusive com revisões pesadas dos motores…

            Aqui ou no PA, não lembro bem, num passado recente, saiu matéria dando conta de um contrato completo, que passava a 15 milhões a unidade… este sim deve ser o valor efetivo! procure sobre… é disso que falo!

            Abraço

          • Vinicius, o Chicão baseia seu comentário nas noticias que sairam em janeiro dando conta que a reforma seria a um custo de 158 milhões de dolares para as 11 unidades. Os 85 da matéria acima referem-se à parte da AEL. Ainda há a parte da EMBRAER. Pode tirar a dúvida aqui… http://www.portalcwb.com/modernizacao-de-11-f-5-j
            ou aqui mesmo no Cavok http://cavok.com.br/blog/?p=25719
            Se vc dividir os 158 pelas 11 células chegará em 14, 3 milhões por célula…se imaginar que pagamos mais 5 por cada uma terá o valor de 19,2 milhões de dolares por célula….
            Dava ou não para ter algo melhor com essa grana?;;;;rs
            Mas eu defendo o projeto F-5BR…acho que ganhamos mais do que comprando caças usados.
            A questão é que o primeiro contrato era de 285 milhões de dolares por 47 células que já eram nossas…o que dava 6 milhões por célula….o valor mais que dobrou. E isso não me cheira muito bem….
            Um abraço e esquece esse papo de dislexia. O chicão só escreve o que sabe. E não se mete com ele que é gaúcho e falou que se ficar irritado vai beber o Guaíba todo….

    • Não consigo ser tão negativista Chicão..rs! Ao menos desenvolve-se uma base de capacitação nacional. Mas fica a pergunta: Por que motivo não deslanchar o programa F-2000M já que o FX-2 morreu?

      • HMS, mas pq não realizar este trabalho em uma aeronave mais capaz? um F-16 por exemplo!? pegamos P-3 caindo aos pedaços nos USA… deixamos os F-16MLUs escaparem… pq isso?

        Lembro também ao amigo, que a EMBRAER é apenas a contratada, quem realmente moderniza o F-5 são empresas "israelenses"… engraçado que tem gente que critica a Helibrás por algo semelhante! os Israelenses compram as empresas nacionais e a partir daí se "colocam" a disposição como desenvolvimento nacional…. beleza… mas isso deve servir para o "aceite" da Helibrás/Eurocopter, que opera na mesma linha… não acha?

        Sendo pragmático: O F-5M deveria, depois desta modernização, ter índice de disponibilidade muito maior, deveria ter capacidade bem atualizada, mas não tem e nunca terá nada disso! Ele tem disponibilidade igual aos dos M2000, que nunca passaram por modernização alguma! tem como arma principal BVR o Derby, um míssil de tecnologia dos anos 80/90, com alcance efetivo de 40km "bem tijoladinho", e que podem ser carregados em número, apenas de 2!, ná há alternativa diferente! seu radar é raquítico, com alcance máximo de 70km…

        Um M2000 trazido para os padrões 5, que os Indianos estão fazendo, teria capacidades infinitamente superiores ao F-5M… radar RDY e Mica IR/EM, na minha opinião o Mica IR, com 40KM de distância efetivo, é um míssil sem para ainda! com capacidade furtivas de um IR e alcance de um BVR!

        Vejam quantos mísseis portam um M2000-5:

        http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://www

    • “Um desses dias Alice… um desses dias…”

      LOL – é isso aí Chico!

      Chico,

      Um dos pontos, uma das passagens, na obra de Lewis Carroll ou Charles Lutwidge Dodgson (a todo gosto) do LIVRO que mais gosto é quando o GATO responde à Alice que estava PERDIDA!:

      Alice – “O senhor poderia me dizer, por favor, qual o caminho que devo tomar para sair daqui?”

      “Isso depende muito de para onde você quer ir”, respondeu o Gato.

      “Não me importo muito para onde…”, retrucou Alice.

      “Então não importa o caminho que você escolha”, disse o Gato.

      —x—

      Ahhhhhh! hahahahaha!

      Eu até OVULO quando lembro disso! Péra! Eu sou homem! Mas ovulo ué… Agora Chicão é com você: adivinha quem é a ALICE na "nossa" história!

      Te dou um doce se acertar!

      DICA: O PAÍS DAS MARAVILHAS é o Brasil…

  3. Hummm…uma boa notícia: Mais onze QF-5M!!! Que ótima notícia!
    (modo ultra irônico ligado!)

    • desgosto é saber que os americanos negaram informações vitais pra modernização, e tivemos que descobrir sozinhos!!

      • Sim! De desgosto a gente entende! E como…

        Agora graças ao 'desgosto' foi que nós provamos do 'gosto' também…

        Afinal, agora a gente ENTENDE PACAS de F5 MF (mike forever!)

        A próxima versão a sair vai ser a F5 MPF (Mike Pacas forever!)

        E aí a gente vai provar o agri-doce! (…)

  4. Que piada, se for mesmo equipamentos de alta tecnologia, é a mesma coisa que colocar motor de Ferrari num Fusca.

    Esses F-5EM passam mais em modernização do que voando. Agora ficou claro que o governo não vai adquirir caças tão cedo

  5. Aos que pensavam que os F-5 Jordanianos seriam canibalizados eis a resposta.
    Aos que apostavam que os Jordanianos seriam modernizados para o padrão F-5M eis a resposta.
    Resta saber se substituirão os F-2000 ou se serão incorporados em alguma base no norte do pais. Espero que seja a segunda opção.

  6. Infelizmente o Mirage 2000 não terá vida longa na FAB, pois nossa frota se encontra no final de sua vida útil.

    Como disseram anteriormente, F-5 Forever!

  7. Excelente caça para fazer frente a Bolívia e ao Paraguay..

    Boa opção para as novas bases q estarão sendo criadas na fronteira com a Bolivia..

      • Olha o PIB do Paraguai… não se preocupe com isso, eles ficam felizes quando o Brasil doa aviões velhos…

        O Paraguai se preocupa com sua Força Aérea na medida que a Bolívia faz suas compras… eles não esquecem da Guerra do Chaco…

        A Bolívia comprou 6 K-8 da China depois que os EUA vetaram a venda do L159 checos.
        Os EUA também vetaram doação de material de Taiwan para o Paraguai…

        Coitados, não se preocupe com eles… só o Chile (que nem fronteira) e a Venezuela podem incomodar a supremacia aérea do Brasil no continente…

        Vocês lamentam a situação do Brasil, mas e os hermanos argentinos então? A segunda economia do subcontinente, com forças armadas em um estado ainda pior que o Brasil.

  8. Já que eles gostam tanto do F-5, poderiam pedir ao tio sam para fabricar sob licença, pois pelo menos teriam estruturas novas!

      • É engraçado… os EAU tem os melhores M2000 do mundo e os melhores F-16 também… 'customizados'… nada mal viu !!!

        Dizem que os aviões estão em excelente estado… pq não?

        Os EAU podem comprar o Rafale se conseguirem vender o M2000… diria que é uma opção para o Brasil.

        O F16 B60 é feio para caramba, parece um frankstein, um caça 'puxadinho', mas beleza não põe a mesa… dizem por aí que são melhores que o Tijolão…

        Fui

  9. Se vier os caças do F-X ótimo, teremos os caças atuais e os futuros juntos, agora se não vier os novos caças e tudo que a FAB receber forem esses F-5 morfinizados, vai se uma enorme decepção.

  10. Chico F-16,

    Conforme matéria no CAVOK de 14 de fevereiro passado, repercutindo informe de Press Trust of India, seria um "acordo de US$ 2,1 bilhões para modernizar cerca de 50 caças Mirage 2000 de sua frota".
    http://cavok.com.br/blog/?p=27281

    Repetindo o comentarista Mauro, naquela mesma matéria:
    "Afinal se o valor for esse dá 42 milhões de dólares por célula. É dinheiro prá caramba…"

    Assim sendo, acredito que sua pergunta foi respondida naquela data, antes mesmo de ter sido formulada.

    Outrossim, como vc mesmo já defendeu, caso o F-16 A/B houvesse sido escolhido como TampaX, poderíamos estar fazendo MLU de Fighter Falcon usado. Afinal foram produzidos mais de 4.400 (quatro mil e quatrocentos) destes caças e além do MLU de fábrica (Lockheed), há também o MLU genérico (by Israel).

    Mas F-16 Fighter Falcon é sua especialidade… 🙂

    Abç,
    Ivan, do Recife.

    • he he, eu lembro disso, mas não creio nestes valores… tem coisa errada aí…. não há sentido a IAF aceitar isso… deve ter armas novas junto… lotes de radar extra…
      na verdade, se o M2000 indiano ficar igual aos MK9 dos EAU, não vejo pq não poderiam custar uns 35 milhões… seriam quase tão bons quanto os F-16B50 chilenos como aeronaves, perdendo, de forma mais nítida, nas armas… contra os AMRAMs… isso relativamente falando… pois o mica IR é um pé-no-S… do inimigo… levando-se em conta que os combates BVR atuais ainda se travam em distâncias de 30/50km…

      Sobre o F-16… que nada, só sou fã mesmo! como falei várias vezes, a FAB já poderia estar voando com o Falcon faze tempo, e hoje encomendaria o F-15BR, e deu pra bola! uns 24 F-15 e uns 72 F-16…sendo 48 destes do padrão B60… que tal?

      abração chefe!

      • Além disso, fui olhar o que havia escrito e o texto todo é o seguinte:

        "O preço com certeza deve incluir acessoria, sobressalentes e outros itens por esses 20 anos de expectativa de vida dos Mirage.

        Afinal se o valor for esse dá 42 milhões de dólares por célula. É dinheiro prá caramba…..

        Além disso creio que incluo off-sets e financiamento, afinal os indianos gastam mas de bobos não tem nada…..ou melhor tem si….afinal não comem aquele monte de boi que tem por lá…eita desperdício de picanha sô…."

        Ou seja, apenas uma parte do meu comentário dá margem para que o Chicão me chame de traíra….rs

        Apenas para por os pinguinhos nos is….

    • De mais a mais o Mauro é um "traira" huahuahuahu

      Brincaderinha Mauro!

    • Epa Epa Epa…rs

      Note que deixei claro…SE O VALOR FOR ESSE….

      Me referindo apenas a uma atualização. Porém temos que saber do que se trata. Apenas atualização? Reforma? Inclui manutenção? Por quantos anos? Inclui armamentos? Quantos? Quais?

      Não é tão simples.

      Por isso tenho nojo das tais contas de padaria…

      Um abraço aos dois

  11. Acho que nossos tecnicos e cientista pode comecar a pensar na imediata formacao de esquadroes de 14-bis pra poder defender a terra Brasilis.

  12. Pelo andar da carruagem iremos entrar 2025 com nossos todo poderoso caca teco teco f-5br tiger, ate deve ter baixado seu status pra rapoza.

  13. Chico F-16,

    A conta do Mauro está certa.
    US$ 2,1 bilhões dividido por 50 caças são US$ 42,0 milhões por unidade.

    Entretanto o número total de Mirage 2000H atualizados pode ser um pouco maior, pois já encontrei até 54 (cinqüenta e quatro) unidades programadas para fazer MLU. Neste caso fica mais baratinho, cerca de US$39,0 milhões por unidade.

    A questão principal não é se vale a pena, mas se podemos pagar por um luxo desse, que viria acrescido de uma compra de células antigas.

    Outro detalhe.

    Os F-16 C/D chilenos estiverem armados com mísseis AIM-120C-7 AMRAAM teriam teoricamente como superar os Mirage 2000-5, pois o alcance desta versão do míssil americano é maior que a do MICA.

    Mas isto é na teoria. Na ponta da faca nunca se sabe… he he he.

    Sds,
    Ivan. 🙂

    • A conta estaria certa… mas os números fornecidos não bateriam com uma "realidade" crível…
      SObre o F-16 com C7 vs M2000 com Mica… foi o que falei acima… o AMRAM tem a vantagem do alcance o Mica IR da furtividade… porém, num combate, principalmente travado por forças de médio/pequeno porte, estes BVR ficariam na casa dos 30/40km… acredito… em teoria a vantagem do C7 se anularia… em termos de alcance radar o RDY2 (EAU) e o APG 68V9 seriam similares…

      abraço

  14. É isso aí! Também simpatizo-me com o F16 Br

    E realmente "na ponta da faca" vai a doutrina…

    Mas o que o Brasil precisa é de MIRA-E-AGE!

    MIRA-E-AGE BRAZIL!

    Mas acerte logo! logo!

  15. Show!!!, não precisamos de Rafale/Gripen/F-18/SU-35, já temos nosso avião de combate, pergunta por que não modernizamos também o Sucatão e o 14-BIS ?

  16. Doeu esta.
    Mas é apenas revitalização, não serão os F-5 os caças ganhadores do FX-2, portanto como quebra galho vou ter engolir, e sempre é possível aprender alguma coisa.

  17. Mais valia ter comprado miseras 02 unidades do Gripem mais simples que existe, do que modernisar estas vergonhas de F-5.

  18. Pessoal o negocio é aproveitar, reaproveitar até cair, isso sim que é usar..usaf

Comments are closed.