AZUL-E190-DECOLAGEM-VIRACOPOS-02_3_1

Hoje pela manhã, uma aeronave Embraer 190, pertencente à Azul Linhas Aéreas Brasileiras, que fazia o voo 4111, com destino a Porto Alegre/RS, com 119 pessoas a bordo, precisou fazer um pouso de emergência na Base Aérea de Canoas (BACO).

Segundo as informações disponíveis até o momento, após três tentativas de pouso no Aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, o piloto declarou emergência, com a aeronave tendo apenas 1 hora de autonomia, tendo sido imediatamente vetorada para pista 12 da BACO, onde foi escoltada, durante sua aproximação, por duas aeronaves da FAB, um EMB-110 Bandeirante e um EMB-120 Brasília.

aviao-betoalbuquerque
O Deputado Federal Beto Albuquerque estava no local e registrou o pouso. (Foto: Reprodução/Twitter/Beto Albuquerque)

Aparentemente, o Embraer 190 apresentou um quadro de pane hidráulica, impedindo o piloto de precisar as condições de frenagem da aeronave.

O pessoal da Azul já se dirigiu para o local, juntamente com 3 ônibus, a fim de dar suporte aos passageiros, que passam bem.

A empresa divulgou uma nota sobre o ocorrido:

“A Azul Linhas Aéreas Brasileiras informa que o voo 4111, com origem em Belo Horizonte, aeroporto de Confins, e destino Porto Alegre, precisou alternar sua rota para a base aérea de Canoas por conta de um problema de ordem técnica na aeronave. Os clientes foram prontamente assistidos de acordo com a Resolução 141 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e serão reacomodados em outros voos. A Azul lamenta eventuais transtornos e ressalta que medidas como essas são necessárias para conferir a segurança de suas operações.”

Até o momento, o Embraer 190 continua no solo, sem previsão de decolagem.

COLABOROU: Sérgio Gutérres

IMAGEM DE ABERTURA: Internet, e meramente ilustrativa

NOTA DO EDITOR: Estaremos monitorando a situação. Caso surjam novas informações, manteremos todos informados.

Anúncios

12 COMENTÁRIOS

  1. Para quem não sabe, a pista da BACO é mais longa. Quanto a distância, a BACO fica a 15 min do Salgado Filho.

  2. Pane hidráulica… estranho mas não impossível. Este era um dos EMB-190 da TRIP?

  3. Vishhhh…..eu que não entro em aviões com desafetos dos "companheiros".

  4. Passado o susto, vem a curiosidade, foram escoltados "por seus pais antiquados" KKK "…onde foi escoltada, durante sua aproximação, por duas aeronaves da FAB, um EMB-110 Bandeirante e um EMB-120 Brasília."

  5. Vishhhh…..eu que não entro em aviões com desafetos dos "companheiros".

  6. Eu tava pensando, será que não daria para instalar uns para-quedas para emergências em aviões comerciais? pelo menos ia encurtar o pouso em caso de falha nas rodas, ou boias para pousar na água.
    Quando se para pra pensar avião comercial quase não tem equipamentos redundantes em caso de emergências.

  7. n só isso, eu tbm instalaria flares, e iscas pra radar e sistemas de alerta antecipado tbm

  8. Aconteceu comigo em agosto de 2013 com um embraer 195 vindo de campinas para porto alegre a mesma situação com pane de frios, na época nem foi divulgado, mas ainda guardo o email que mandei para a empresa azul pare ter satisfação do ocorrido. Até hoje sequer me responderam. Ou seja não é a primeira vez que isso acontece com uma aeronave da azul. O que estão esperando??? Outro acidente???

    COMENTÁRIO EDITADO, ALTERADO O PADRÃO DA FONTE

    NOTA DA MODERAÇÃO: Da próxima vez que for comentar algo, o qual é muito bem vindo, por favor, não use escrita em caixa alta em toda extensão do texto. Obrigado!

Comments are closed.