Aeronave Boeing KC-135 Stratotanker da Base Aérea de MacDill, em foto meramente ilustrativa.

Uma aeronave KC-135 Stratotanker da Força Aérea dos EUA, que levava 21 estudantes do ensino médio e do ensino fundamental com interesse em ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática para um voo educacional, fez um pouso de emergência na Base da Força Aérea MacDill na Flórida, na quinta-feira.

Os estudantes deixaram a aeronave com segurança após o pouso e foram retirados por um médico da 6ª Ala de Reabastecimento Aéreo antes de serem liberados na base, disse a Base Aérea de MacDill em um post no Facebook.

O porta-voz da base em MacDill, o primeiro-tenente Brandon Hanner, disse que os estudantes eram de distritos escolares locais e eram membros dos grupos de entusiastas do ‘STEAM Vibots’ e ‘Girls Who Code’.

Hanner disse que a MacDill convida regularmente estudantes locais nesses voos como parte de seu programa de “sala de aula em voo” para ensinar aos jovens sobre a engenharia e a aeronáutica envolvidas em aeronaves como o KC-135. Pilotos e mantenedores normalmente conversam com os alunos sobre a mecânica envolvida no voo de um KC-135 e o que é necessário para decolá-lo, e que tipo de oportunidades de carreira existem nas forças armadas para pessoas com interesses nos assuntos do STEAM.

MacDill disse em seu post no Facebook que o piloto do KC-135 decidiu pousar depois que a tripulação notou “um problema em potencial na área do pod de reabastecimento “.

Hanner disse que o avião aterrissou em segurança “devido à experiência do piloto e de todos os que estavam na aeronave”, mas o incidente está agora sob investigação. Agora, os mantenedores estão olhando o KC-135 para tentar descobrir o que pode estar errado com a aeronave, disse Haanner, mas ele não pôde fornecer mais detalhes.


Fonte: Air Force Times

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Novamente boa madrugada Senhores!

    Inicialmente quero comentar o seguente: _Eis aí uma das razões do por quê os EUA são a potencia que são! Os caras fomentam a mentalidade profissional "in loco" no seus jovens (antes que o funk, o "sertanojo" invada as mentes desdes que serão o futuro da nação), instigando a curiosidade e interesse em desenvolver-se mais na área que eles já apresentam certa empatia. Eu sempre digo no circulo de familiares e amigos íntimos, que desde a dita "redemocratização do meu amado Brasil, os "democratas" mataram as cabeças pensantes do País por imediatamente suprimirem do ensino as matérias OSPB e Educação moral e Cívica. Além de da noite para o dia, retirarem os orientadores de ensino (estes maestros direcionavam os jovens para potenciais carreiras profissionais, assim o adolescente não ficava a deriva.

    Outra coisa que não posso deixar de falar é que, enquanto aqui os nossos KC135 foram taxados de sucatões (o que não eram) lá nos EUA ainda fazem parte importante das unidades estratégicas de transporte, sem mencionar outras atribuições em versões variadas.

    CM

    • Imagina só como seria se a FAB levasse a meninada num C-390 ou C-130 afim de incentivar a futura carreira desses jovens? O Brasil precisa mudar muito ainda, estamos muito atrasados. A FAB possuía KC-137, mais antigos e um pouco maiores que o KC-135. Eram baseados no 707 a passo que o KC-135 era baseado na versão pra vôos domésticos encurtada do 707 que não chegou a ser operada por empresas civis.