O XP-82 Twin Mustang durante seu primeiro voo de testes após uma demorada restauração.

No último dia de 2018 a aeronave XP-82 Twin Mustang, depois de pouco mais de 69 anos, voltou a voar, depois de um intenso e demorado trabalho de restauração.

A aeronave XP-82 “44-83887” tinha voado pela última vez no dia 14 de dezembro de 1949. O voo não estava previsto para ocorrer no dia 31 de dezembro, quando deveria ser executado apenas um teste de táxi de alta velocidade. O primeiro voo estava marcado para o dia 3 de janeiro de 2019

Durante a corrida de táxi a aeronave acelerou tão rápido, devido aos dois motores, quando o piloto de testes Ray Fowler resolveu decolar e permaneceu em voo em um período curto de 5 minutos.

A aceleração inesperada da aeronave XP-82 foi alcançada com uma potência três vezes maior que um Mustang de um único motor, com um peso uma vez e meia maior. O XP-82 tem 1860 hp em cada motor, totalizando 3720 hp, comparado a 1500 hp do P-51. O XP-82 pesa aproximadamente apenas 1 vez e meia mais do que um P-51 – 14.700 lbs. em comparação com 9500 lbs. para o P-51.

O curto mostrou uma boa estabilidade, sem necessidade de compensação, com todas as temperaturas e pressões do motor operando dentro da normalidade.

O processo de restauração levou até o momento 10,5 anos, abrangendo 207.000 horas de trabalho. A aeronave estava prevista para realizar sua estreia durante o EAA AirVenture 2018, mas devido a atrasos no processo de restauração e testes dos motores, acabou cancelando sua participação em Oshkosh.

SEM COMENTÁRIOS