Aeronave AWACS com pintura comemorativa dos 70 anos da OTAN. (Foto: Andre Joosten)

Nos dias 3 e 4 de dezembro de 2019, os líderes dos 29 membros da OTAN se reuniram em Londres para tomar decisões para fortalecer e modernizar ainda mais a Aliança. Em apoio a um evento bem-sucedido, as aeronaves E-3 AWACS da Força Aérea de Alerta e Controle Aéreo da OTAN realizaram missões de vigilância aérea no espaço aéreo do Reino Unido, para fornecer conhecimento da situação.

As duas aeronaves E-3 Sentry envolvidas decolaram de ambas as bases da Força Aérea de Alerta e Controle Aéreo da OTAN: de Geilenkirchen, na Alemanha, e de Waddington, no Reino Unido.

As aeronaves AWACS podem monitorar constantemente o espaço aéreo em um raio de várias centenas de quilômetros e trocar informações quase em tempo real por meio de links de dados digitais, fornecendo uma contribuição valiosa para a segurança do evento.

Os aviões AWACS da OTAN patrulham rotineiramente os céus durante grandes eventos, incluindo reuniões de líderes mundiais e outros eventos públicos de alto nível, como torneios internacionais de futebol.

Em apoio às operações da OTAN, as aeronaves AWACS podem ser empregadas para várias tarefas, como vigilância do espaço aéreo e detecção precoce de ameaças aéreas, fornecendo uma imagem radar das atividades em andamento no mar ou o comando e controle de outros ativos aéreos da OTAN.

Atualmente, as aeronaves AWACS estão realizando missões de apoio às Medidas de Garantia da OTAN para seus aliados orientais, no esforço para derrotar o ISIS e na Operação SEA GUARDIAN, uma missão de vigilância marítima no Mediterrâneo para combater o terrorismo.

Anúncios