A aeronave CS300 recebeu sua nova pintura e designação junto a Airbus: A220-300. (Foto: Airbus)

A Airbus revelou hoje que os jatos C Series serão a nova Família A220 em uma cerimônia realizada em seu Centro de Entrega Henri-Ziegler, perto de Toulouse. Testemunhado por funcionários da Airbus e membros da mídia global, o primeiro A220-300 pousou diretamente da linha de pintura às 12h25, usando seu novo nome e cores Airbus.

A família A220 compreende dois modelos, o A220-100 e o A220-300, anteriormente os CS100 e CS300 da C Series da Bombardier, respectivamente. As aeronaves são totalmente otimizadas para o mercado de 100 a 150 assentos e complementam perfeitamente a família A320neo, a mais vendida da Airbus.

Cabine de comando do A220-300.

“Todos na Airbus estão ansiosos por esse momento histórico. Hoje, estamos entusiasmados em receber a Família A220 na Airbus e estamos honrados em vê-la usando suas novas cores Airbus pela primeira vez”, disse Guillaume Faury, Presidente da Airbus Commercial Aircraft, “presto homenagem a todas as mulheres e homens da Bombardier e a cadeia de suprimentos que lutaram nos últimos anos para trazer esta fantástica aeronave para o mundo. As aeronaves A220 agora entram em uma nova fase em sua carreira com todos os recursos da Airbus por trás dela para promover seu sucesso comercial em todo o mundo”.

Interior do Airbus A220-300.

Eric Schulz, Diretor Comercial da Airbus, acrescentou: “Estamos entusiasmados com a venda dos A220 graças, em particular, à sua tecnologia, que lhe dá uma vantagem decisiva em um mercado muito competitivo. Recebi muitos comentários positivos dos clientes em relação à excelente experiência de passageiros da aeronave, sua menor queima de combustível, menor peso e motores mais silenciosos. Todas estas razões contribuem para o meu otimismo de que a Airbus apoiará o objetivo de tornar o A220 um grande sucesso comercial”.

A Airbus fabrica, comercializa e suporta aeronaves da Série C sob a égide da parceria Airbus-Bombardier, com os dois jatos da Série C da Bombardier sendo trazidos para a linha de aeronaves comerciais da Airbus.

As aeronaves da Série C têm mais de 99 por cento de partes comuns entre elas, bem como a mesma classificação do tipo de piloto, facilitando a adição da família à frota de uma companhia aérea. Juntas, as aeronaves Série C são as mais eficientes nos céus de sua classe, com um baixo custo por viagem, bem como os níveis mais baixos de ruído de qualquer jato comercial em produção. Isso torna as aeronaves da Série C ideais para operações urbanas e aeroportos sensíveis ao ruído.

31 COMENTÁRIOS

  1. Ô meu Deus, a Embraer acabou, vende logo, vende logo. rsrsrsrs

    Ai Jisus!!!! kkkkkkkk

Comments are closed.