F 86D super dog - AERONAVES FAMOSAS: North American Aviation F-86D ‘Sabre Dog’Apesar da semelhança com o F-86 Sabre, o modelo D era um aparelho completamente novo. A aeronave era tão complexa que o curso de treinamento de pilotos foi o mais longo de qualquer aeronave no inventário da USAF.

O F-86D Sabre da North American Aviation, Inc. foi um interceptador para qualquer clima desenvolvido a partir do caça F-86. Foi o primeiro interceptador monoplace e usou um sistema eletrônico de controle de tiro muito sofisticado para a época. Era equipado com radar de busca e armado com 24 foguetes aéreos Mk 4 Mighty Mouse de 69 mm não-guiados transportados em uma bandeja retrátil no ventre.

A aeronave era tão complexa que o curso de treinamento de pilotos foi o mais longo de qualquer aeronave no inventário da Força Aérea dos EUA, incluindo o Boeing B-47 Stratojet.

Screen Shot 2016 08 31 at 19.14.58 - AERONAVES FAMOSAS: North American Aviation F-86D ‘Sabre Dog’NASM SI 74 3342 - AERONAVES FAMOSAS: North American Aviation F-86D ‘Sabre Dog’O F-86D era maior que os caças F-86A, E e F, com fuselagem mais longa e mais larga. Também era consideravelmente mais pesado. O dossel deslizante do F-86A/E/F foi substituído por uma cobertura articulada em “concha”. Um radome grande e aerodinâmico estava acima da entrada de ar remodelada do motor.

O F-86D Sabre tinha 12,27 m de comprimento, envergadura de 11,31 m e altura total de 4,57 m. O interceptador pesava vazio 6.131 kg e o peso máximo de decolagem era de 9.060 kg. Ele manteve os slats do bordo de ataque do F-86A/E/F. O estabilizador horizontal e os elevadores foram substituídos por um único estabilizador móvel. Todos os controles de voo eram servo-assistidos hidraulicamente.

O F-86D era propulsado por um motor General Electric J47-GE-17, um turbojato de fluxo axial de eixo único com pós-combustor. O motor possuía um compressor de 12 estágios, 8 câmaras de combustão e turbina de estágio único. Também era equipado com um sistema eletrônico de controle de combustível que reduziu substancialmente a carga de trabalho do piloto.

a9fe6a2a07473747e7c758da171d3f6a - AERONAVES FAMOSAS: North American Aviation F-86D ‘Sabre Dog’4e6ad6908d6480389b0eb43fdd519c16 - AERONAVES FAMOSAS: North American Aviation F-86D ‘Sabre Dog’O GE J47-GE-17 tinha uma potência normal (contínua) de 2. 220 kg; potência militar de 2.413 kg (com limite de 30 minutos) e máximo empuxo de 3.336 kg com pós-combustor limitado a 15 minutos de uso. Media 5,74 m de comprimento, 1,01 m de diâmetro e pesava 1.361 kg.

A velocidade máxima do F-86D era de 1.113 km/h ao nível do mar; 985 km/h a 12.192 metros e 980 km/h a 14.569 metros.

O alcance de interceptação era de 446 km e o teto de serviço de 15.164 metros. O alcance máximo de translado com tanques externos era de 1.237 km. A taxa inicial de subida era de 3.700 m/min em relação ao nível do mar e peso de 7.288 kg. Desde o início da corrida de decolagem, o F-86D levava 22,2 minutos para alcançar o seu teto de serviço.

O F-86D transportava os 24 foguetes aéreos não-guiados com ogivas explosivas numa bandeja retrátil e podiam ser disparados em salvas de 6, 12 ou 24 foguetes. O FFAR era um foguete de combustível sólido com uma ogiva de 3,43 kg que poderia detonar por proximidade, por contato ou ao final da queima do combustível sólido. As metralhadoras do Sabre tradicional não foram incorporadas ao Sabre Dog.

O radar do F-86D podia detectar um alvo a 48 km. O sistema de controle de tiro calculava uma solução/trajetória de tiro e orientava o piloto através de seu alcance de radar. Uma vez que o interceptador estava a 20 segundos de seu alvo, o piloto selecionava o número de foguetes para disparar e apertava o gatilho, que armava o sistema. A uma distância de 457 metros, o sistema automático de controle de tiro lançava os foguetes.

Screen Shot 2016 09 03 at 09.10.15 - AERONAVES FAMOSAS: North American Aviation F-86D ‘Sabre Dog’Entre dezembro de 1949 e setembro de 1954, a North American Aviation fabricou 2.505 Sabres F-86D (também chamado de “Sabre Dog”). Havia muitas variantes (números de bloco) e, em 1955, quase todos os modelos D haviam sido devolvidos aos hangares de manutenção ou ao fabricante para padronização. 981 dessas aeronaves foram modificadas para um novo padrão, o F-86L. O último F-86D deixou o serviço ativo da Força Aérea dos EUA em 1961.


Com informações de Bryan R. Swopes

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Fica dificil até imaginar a complexidade do sistema de radar de tiro do avião, para a época era uma coisa quase alienígena, fora os servocomandos de um "FADEC" primitivo… muito interessante!

Comments are closed.