Um KC-30A da Real Força Aérea Australiana reabastece em voo um F-16D+ da Força Aérea da República de Cingapura, dias antes de atingir a marca de 20.000 horas de voo. (Foto: Australian Defense Force)
Um KC-30A da Real Força Aérea Australiana reabastece em voo um F-16D+ da Força Aérea da República de Cingapura, dias antes de atingir a marca de 20.000 horas de voo. (Foto: Australian Defense Force)

A frota de aeronaves de reabastecimento e transporte KC-30A MRTT da Real Força Aérea Australiana alcançou a notável marca de 20.000 horas de voo, enquanto continua a oferecer alcance global para a Força de Defesa Australiana (ADF).

Este marco significativo foi alcançado em uma missão a partir da base aérea de Yokota, no Japão para Kuala Lumpur, na Malásia, na quarta-feira, dia 19 de outubro de 2016.

O Wing Commander Rob Williams, o comandante do Esquadrão N° 33, disse que esta foi uma conquista memorável para a Real Força Aérea Australiana (RAAF).

“Cada pessoa envolvida com o KC-30A, desde a transição em serviço ao nosso alcance das 20.000 horas de voo, deve se orgulhar de ser uma parte da história do KC-30A”, disse o Wing Commander Williams. “O marco foi alcançado em um voo internacional a apoiando duas missões completamente diferentes, o que demonstra ainda mais o valor da aeronave. O KC-30A tem transformado e melhorado o alcance global da ADF e continuará a amadurecer no seu papel e aplicação nos próximos anos.”

A Força Aérea Australiana tem cinco aeronaves KC-30A em serviço, operadas pelo Esquadrão N°33 na Base da RAAF de Amberley, em South East Queensland. A aeronave voou pela primeira vez pela Força Aérea, em Setembro de 2011.

As aeronaves KC-30A continuam mantendo um elevado ritmo das operações, participando mais recentemente do Exercício Pitch Black, onde ele operou como um multiplicador de força realizando reabastecimento ar-ar para numerosos aviões de caça.

Ao longo das suas 20.000 horas de voo, a frota de KC-30A atingiu um grande número de estreias, incluindo um recorde para o número de passageiros transportados em um avião da Força Aérea; 220 cadetes da Academia da Força de Defesa Australiana em março de 2012.

A Real Força Aérea Australiana opera cinco aeronaves KC-30A.
A Real Força Aérea Australiana opera cinco aeronaves KC-30A.

A implantação mais conhecida do KC-30A foi na Operação OKRA na região do Médio Oriente. A aeronave tem fornecido mais de 36 milhões de litros de combustível para aeronaves da Austrália e da coalizão.

KC-30A reabastece em voo um F-16D de Cingapura

Alguns dias antes, no dia 5 de outubro, uma aeronave KC-30A alcançou outro marco importante ao reabastecer em voo pela primeira vez uma aeronave F-16D+ Falcon da Força Aérea da República de Cingapura (RSAF).

Um KC-30A que estava implantado em Singapura para uma série de uma semana de ensaios, realizou 49 contatos e transferiu mais de 35.000 litros de combustível. Os ensaios envolveram pessoal do Esquadrão N°33 e da Unidade de Pesquisa e Desenvolvimento de Aeronaves da RAAF trabalhando em estreita colaboração com a Agência de Teste de Voo da RSAF.

O KC-30A é equipado com duas formas de sistemas de reabastecimento ar-ar – um avançado sistema de lança de reabastecimento montado na cauda da aeronave e um par de pods de reabastecimento debaixo de cada asa. Estes sistemas são controlados por um operador de reabastecimento aéreo na cabine, que pode ver o reabastecimento em telas 2D e 3D.

Aeronaves KC-30A estão atualmente envolvidas em operações no Oriente Médio. (Foto: EPA / AUSTRALIAN DEPARTMENT OF DEFENCE / SGT ANDREW EDDIE)
Aeronaves KC-30A estão atualmente envolvidas em operações no Oriente Médio. (Foto: EPA / AUSTRALIAN DEPARTMENT OF DEFENCE / SGT ANDREW EDDIE)

Com uma capacidade de combustível de mais de 100 toneladas, um KC-30A pode permanecer voando em até 1.800 quilômetros a partir de sua base, com 50 toneladas de combustível disponíveis para transferir. No seu papel de transporte, o KC-30A é capaz de transportar até 270 passageiros e vem com compartimentos sob o piso de carga que podem acomodar 34 toneladas de carga.

Os sistemas de missão avançados também estão instalados na aeronave. Eles incluem o link de dados padrão Link 16 para em tempo real permitir comunicações militares, e suites de navegação e um sistema de auto-proteção de guerra eletrônica para proteção contra mísseis terra-ar.

Anúncios

3 COMENTÁRIOS

  1. Quem sabe o Kc-390, supra nossa necessidade, pois o nosso programa de abastecedores, acho que deve ter ido para a vala…

    • Boa tarde amigo, você tem alguma notícia de a quantas anda os testes do KC-390 ?

      • As vezes os protótipos aparecem em atividade no flightradar, mas a etapa exata na qual se encontra os testes não sei.

        Talvez nossos amigos Giordani, Ufric ou Jodreski possam esclarecer melhor.

        Abraços!

Comments are closed.