Aeronaves MV-22 Osprey completaram um voo transpacífico no dia 5 de maio de 2019.

O Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA anunciou que quatro tiltrotores MV-22B Ospreys do VMM-268 (Marine Medium Tiltrotor Squadron 268) completaram com sucesso um voo transPacífico de Okinawa, Japão para a Estação dos Fuzileiros Navais de Kaneohe Bay, Havaí, no dia 2 de maio de 2019.

Este tornou-se um voo de marco recorrente que a 1ª Ala de Aeronaves dos Fuzileiros e o VMM-268 completaram com sucesso.

Este voo ocorre após a conclusão do exercício Balikatan, onde o VMM-268 realizou com sucesso uma inserção de reconhecimento e vigilância e apreensão de aeródromo no Lubang Airfield, além de vários movimentos de apoio e um exercício de assalto anfíbio junto ao USS Wasp.

Voos como esse demonstram o alcance e a capacidade de resposta do Corpo de Fuzileiros Navais no Indo-Pacífico e demonstram a capacidade das aeronaves de se agregarem e chegarem onde precisam estar em questão de horas. As aeronaves tiltrotores voaram mais de 5.300 milhas náuticas e realizaram paradas mínimas programadas para reabastecer e descansar.

Estes voos transpacíficos apresentam uma inestimável oportunidade de treinamento para os fuzileiros navais, que exigem planejamento extensivo e execução sem falhas para fazer com sucesso um dos voos com os MV-22 mais longos do mundo. Além disso, esses voos requerem coordenação para o reabastecimento aéreo usando o KC-130J Hercules do Esquadrão de Reabastecimento Aéreo dos Fuzileiros 152, bem como a manutenção da comunicação contínua por satélite em todo o Pacífico.

O Corpo de Fuzileiros Navais tem vários esquadrões de Osprey estacionados no Pacífico, no Havaí e no Japão, que podem transitar por grandes distâncias sobre a água para se agregarem em uma força maior para missões de resposta a crises.

Dois esquadrões MV-22 estacionados na Base Aérea dos Fuzileiros Navais de Kaneohe Bay, bem como dois na Estação Aérea dos Fuzileiros de Futenma, aumentam a capacidade da III Força Expedicionária dos Fuzileiros Navais de apoiar exercícios e operações em toda a região. O MV-22 continua a servir como uma plataforma altamente capaz e confiável, adequada para missões em navios anfíbios em regiões desérticas e montanhosas.

Anúncios