O MD-87 da Saicus Air, que está abandonado no aeroporto de Madri.

O Aeroporto de Madri Barajas quer se livrar de um McDonnell Douglas MD-87 que foi abandonado no aeroporto por nove anos e cujo dono é desconhecido. O avião de 28 anos é conhecido como “avião fantasma” na capital espanhola.

O MD-87 voou para a Iberia por dezoito anos, pertenceu à companhia aérea espanhola Pronair e fez viagens regulares à China até o fechamento em 2008, e foi vendido para a pequena transportadora espanhola Saicus Air em 2009. O operador de carga pretendia iniciar voos de passageiros entre Espanha e Guiné-Bissau com a aeronave, mas cessou suas operações em 2010 devido a problemas e dificuldades financeiras.

O MD-87 registrado EC-KRV teve seus motores e outras aberturas lacradas, e ocupa um espaço valioso no aeroporto de Madrid Barajas desde então. A administração do aeroporto agora quer se livrar da aeronave abandonada, mas como o processo de desapropriação começou, ela não pode ser simplesmente descartada.

A administração do aeroporto publicou um aviso público para descobrir o proprietário do MD-87 inativo. De acordo com uma lei espanhola de navegação aérea, as autoridades devem publicar três avisos públicos sobre o avião abandonado em três meses consecutivos. Se ninguém reivindicar o avião, ele será leiloado, informou a mídia espanhola.

O MD-87, que foi fabricado principalmente durante o final dos anos 80, tem capacidade para até 139 passageiros.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Todo espaço em um aeroporto é "valioso", por isso já devem ter dado um belo push-back no bicho, embora ele não pareça "encostado" em algum canto afastado para desimpedir o trânsito — o que lembra alguns dos cacarecos da Transbrasil (uma pena), que ficaram entulhados em aeroportos do DF, RJ e SP, nem sempre em espaços mais distantes, e mesmo depois de arrematados em leilões, de iniciativa do CNJ, não foram retirados logo…

Comments are closed.