Airbus A321P2F pousa em Cingapura.

Os Airbus A321 que concluíram seu serviço operacional transportando passageiros para companhias aéreas em breve poderão ter uma segunda vida como cargueiros altamente eficientes, convertidos por meio de um programa envolvendo a ST Engineering e a Airbus com sua joint venture Elbe Flugzeugwerke (EFW). A primeira versão desta aeronave pousou esta semana no Singapore Air Show.

A aeronave protótipo A321P2F (conversão de “passageiro em cargueiro”) realizou recentemente seu primeiro voo após sofrer um retrabalho nas instalações da ST Engineering em Cingapura, com a configuração modificada prevista para receber seu certificado de tipo suplementar (STC) no primeiro trimestre de 2020 da Agência de Segurança da Aviação da União Europeia (AESA).

Modificar um A321 do passageiro para a versão P2F envolve a integração de uma grande porta de carga do convés principal na fuselagem dianteira, obstruindo as janelas do passageiro e desativando a maioria das portas dos passageiros. A porta do passageiro esquerdo mais à frente é substituída por uma menor para otimizar o número de posições de carga no convés principal. A cabine é reformada, incluindo a instalação de uma parede de barreira rígida, e o piso é reforçado.

O A321P2F é um substituto perfeito para a geração mais antiga de cargueiros de corpo estreito. Com espaço para 14 contêineres / paletes grandes no convés principal e 10 contêineres do tipo LD3 no convés inferior, é o cargueiro mais econômico em sua categoria disponível atualmente. Também é mais ecológico através de uma queima de combustível muito menor e emissões reduzidas.

Na joint venture, a ST Engineering é responsável pelo desenvolvimento da engenharia até a emissão do certificado do tipo suplementar e o fornecimento do kit de conversão. A Airbus, como OEM (Original Equipment Manufacturer), fornece dados técnicos e suporte de certificação, desenvolvimento de computadores de bordo, engenharia de estruturas de aeronaves, física de voo e experiência em testes de voo. A EFW será a detentora do certificado e lidera o programa e a comercialização em geral.

A cliente de lançamento Vallair, uma empresa de comércio e leasing de aeronaves sediada em Luxemburgo, encomendou 10 conversões da EFW. A entrada em serviço do primeiro A321P2F está prevista para o terceiro trimestre deste ano com a companhia aérea australiana Qantas Freight. Um segundo cliente é a BBAM, uma empresa de gerenciamento de aluguel de aeronaves sediada em San Francisco, que fez um pedido de duas conversões A321P2F.

“Estamos muito satisfeitos em participar do programa A321P2F, que agora está decolando no mercado”, disse Christian Scherer, diretor comercial da Airbus. “A aeronave será o cargueiro mais capaz de sua classe e também a mais ecológica. Nossa Previsão Global de Mercado prevê que serão necessárias cerca de 1.000 conversões de pequenas aeronaves cargueiras nos próximos 20 anos para substituir frotas envelhecidas e atender ao crescimento. Isso cria um sólido potencial de mercado para o A321P2F.”

O A321 é a maior versão da família de aeronaves mais popular de todos os tempos: a Família Airbus A320. Mais de 2.000 A321s foram entregues a companhias aéreas em todo o mundo.

Anúncios