Chegada do A400M da RAF na Base de Mount Pleasant, nas Ilhas Falklands. (Foto: UKDJ)

Uma aeronave Airbus A400M C1 Atlas da Real Força Aérea Britânica (RAF) chegou na semana passada às Ilhas Falklands. Tendo completado o voo de 20 horas de duração desde o Reino Unido, o A400M aterrissou no Complexo Mount Pleasant (MPC) na tarde de terça-feira, uma semana atrás.

Substituindo a aeronave Hercules que presta o serviço de longa data, o A400M “ZH888” que chegou nas ilhas da América do Sul assumirá a capacidade de transporte aéreo tático das BFSAI (British Forces South Atlantic Islands), as forças britânicas das ilhas do Atlântico Sul, oferecendo reconhecimento marítimo, busca e salvamento e assistência humanitária.

Um porta-voz do MPC disse: “O C130 tem sido um ativo valioso para as Malvinas, como demonstrado por seu recente papel humanitário no esforço multinacional de busca do submarino argentino ARA San Juan em 2017”.

O novo Atlas A400M continuará a dar às BFSAI uma capacidade SAR (Busca e Resgate) e capacidade humanitária, e agora faz parte da Ala Aérea Expedicionária 905.

O Airbus A400M é considerado a aeronave de transporte aéreo mais avançada, comprovada e certificada disponível, combinando as tecnologias de ponta do século XXI para atender às necessidades atuais e futuras das Forças Armadas.

O A400M combina a capacidade de transportar cargas estratégicas com a capacidade de fornecer até mesmo em locais táticos com pistas de pouso pequenas e despreparadas. E, além disso, atua como um reabastecedor de linha de frente para outras aeronaves. Uma aeronave que pode fazer o trabalho de três, de acordo com o site da Airbus.


Fonte: Merco Press – Edição: Cavok

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. Será que esse A400M é o que esteve recentemente na BAGL durante vários dias?

  2. Será que a escala foi na ALA 3 aqui em Canoas? Lembro que em 2013 vi várias vezes os Hércules da RAF na BACO enquanto servia por lá.

  3. Leva só 30 toneladas? Pelo tempo que levou para ser entregue, achei que ele teria capacidade para carregar 50 toneladas

Comments are closed.