Linha de Montagem Final (FAL) da Família A320 em Tianjin, na China. (Foto: Airbus)

Na presença da visita na China do presidente francês Emmanuel Macron, juntamente com o presidente chinês Xi Jinping, a Airbus assinou um Memorando de Entendimento com a Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China (NDRC) para o desenvolvimento da cooperação industrial na cidade de Tianjin, local da fábrica da Airbus na China.

O acordo foi assinado em Pequim por He Lifeng, presidente da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC) da China e Fabrice Brégier, COO e presidente das aeronaves comerciais da Airbus. Ambos os lados concordam em melhorar sua parceria industrial em Tianjin e fortalecer a cooperação no que se refere à inovação técnica, capacidade de engenharia e expansão da cadeia de suprimentos.

No mesmo dia, a Airbus e seus parceiros chineses também assinaram um acordo-quadro para aumentar sua taxa de produção do A320 em sua linha de montagem final em Tianjin para seis aeronaves por mês.

Esta aceleração industrial visa cinco aeronaves por mês no início de 2019 e seis por mês até o início de 2020. Desde a sua inauguração em 2008, a Linha de Montagem Final em Tianjin montou um total de 354 aeronaves da Família A320 (até 31 de dezembro de 2017). As entregas a clientes chineses e a operadores em toda a região da Ásia-Pacífico incluíram o primeiro A320neo no segundo semestre de 2017.

“A cooperação industrial entre a Airbus e a China e seu sucesso contínuo são um verdadeiro modelo de uma parceria vencedora entre a China e a Europa. Juntamente com os nossos parceiros chineses, estamos orgulhosos de elevar a nossa cooperação a novas alturas”, disse Fabrice Brégier, COO e Presidente de Aeronaves Comerciais da Airbus.

A linha industrial da Airbus na China remonta a 1985, quando o primeiro contrato para terceirização do produtos foi assinado com a Xi’an Aircraft Company. O valor total da cooperação industrial entre a Airbus e a indústria chinesa de aviação em 2017 é de quase 600 milhões de dólares.

2 COMENTÁRIOS

  1. A Airbus está jogando pesado…. e esse Macron, de bobo, só tem a cara mesmo!!

  2. Depois que a China lançar o "Y-320", espero que os "cocotas" não reclamem da vida.

    A política é engraçada, o Macron quer dar lição ao Trump por causa do Acordo de Paris.

    Será que ele falou com Xi Jinping sobre as minas de carvão mineral?

    Grandessíssimo cara de pau!

Comments are closed.