Um Airbus A350-900 da Sichuan Airlines, com a pintura especial “Panda Road”. (Foto: Clément Alloing)

A companhia aérea Sichuan Airlines, com sede em Chengdu, na China, assinou um acordo com a Airbus para compra de 10 aeronaves A350-900. O acordo, o maior pedido único em valor já feito pela empresa, está avaliado em mais de 20 bilhões de yuans (US$ 3 bilhões) a preços de lista, disse uma porta-voz da Airbus.

A CAAC News, que é afiliada à Administração da Aviação Civil da China, informou anteriormente que o acordo era o maior já colocado pela Sichuan Airlines, subsidiária da China Southern Airlines. Não foi dito se as aeronaves são pedidos firmes ou opções e a porta-voz da Airbus não forneceu maiores detalhes.

Seguindo o ritmo da abertura de Sichuan ao mundo exterior e respondendo à “Iniciativa Belt and Road” do país, a Sichuan Airlines está fazendo novas mudanças e atualizações na direção de um “serviço completo, rede e internacionalização”. No futuro, com base nas rotas internacionais existentes, a Sichuan Airlines desenvolverá e construirá vigorosamente uma rede de rotas internacionais “no norte e sul”, expandindo as rotas na América do Norte, Norte da Europa e África do Norte e aumentando rotas no Sudeste Asiático e no hemisfério sul. Os aviões A350-900 foram escolhidos pela sua grande autonomia e capacidade de mais assentos que podem efetivamente melhorar a capacidade da Sichuan Airlines e aumentar a competitividade no mercado internacional, especialmente as rotas de longa distância, e ajudar a implementar a estratégia de desenvolvimento “indo para o mar”, e construir a marca de rota internacional “Panda Road”.

A companhia aérea de Chengdu está atualmente arrendando três A350-900 da AerCap juntamente com um da Air Lease Corporation, além de sete A330 e quatro A330-300.

A China Eastern Airlines opera a maior frota de aeronaves de passageiros no país, com 132 aviões Airbus, voando para mais de 270 destinos, incluindo rotas internacionais de médio alcance e de longa distância abrangendo Vancouver, Melbourne, Sydney, Moscou, Dubai, Praga, Los Angeles e Auckland.

A Sichuan Airlines planeja abrir em 2018 as rotas a partir de Chengdu para Cairo, Tel Aviv, Copenhague, Boston e outras rotas internacionais.

1 COMENTÁRIO

  1. Conforme havia dito, a grande região para a venda de aviões nos próximos muitos anos será a China e entorno (Ásia Central e Sudeste Asiático).
    E nessa região, a Airbus está muito bem posicionada.
    E agora, veremos o aumento da concorrência com a chegada de novos atores justamente dessa região.
    Está ficando muito interessante.