Um helicóptero UH-72A Lakota do Exército dos EUA. (Foto: Airbus Helicopters)

A Airbus Helicopters entregou o 400º exemplar de seu helicóptero UH-72 “Lakota” ao Exército dos EUA no final de agosto. Os helicópteros são produzidos em sua fábrica de montagem em Columbus, Missouri.

A aeronave entregue é o 160º “Lakota” a entrar em operação dentro do Exército. Hoje, metade dos novos pilotos do exército dos EUA treinam no UH-72 “Lakota”. A Airbus está programada para entregar mais nove helicópteros UH-72 ao exército norte-americano neste ano.

“A frota de helicópteros de treinamento em Fort Rucker desde 2014 excedeu nossas expectativas”, disse Scott Tumpak, diretor sênior do programa Lakota da Airbus Helicopters. “Nós já estamos vendo os benefícios para o Exército na transição para as aeronaves de guerra, que são os dois motores e o cockpit no conceito glass, em comparação com o helicótero instrutor anterior com painel analógico. Agora os alunos saem do treinamento inicial mais avançado em sua transição para os helicópteros de guerra do exército, como UH-60 Black Hawk, AH-64 Apache e CH-47 Chinook”, disse Tumpak.

Além disso, a Airbus assinou um novo contrato de apoio de cinco anos com os militares, renovável anualmente por cinco anos, para apoiar a frota UH-72. O contrato também inclui suporte máximo para logística baseado em Fort Rucker. Até à data, a Airbus treinou 1.000 pilotos ativos do Exército e da Guarda Nacional em suas instalações em Grand Prairie, Texas.

A Airbus tem contrato para entregar 412 helicópteros Lakota ao Exército dos EUA.

O contrato atual com o exército dos EUA expira em fevereiro próximo com a entrega de 412 helicópteros “Lakota”. No entanto, há um fundo no orçamento federal para o ano fiscal 2018-2019 para outros 44 aeronaves.

O UH-72A “Lakota” é a versão militar do helicóptero civil H-145 da Airbus Helicopters (ex-Eurocopter). O nome UH (Utility Helicopter) é exclusivo dos militares dos EUA. O H-145 e o H-135/635 formam a nova geração de helicópteros leves da fabricante europeia.

Anúncios

SEM COMENTÁRIOS