Primeiro A300F modernizado da UPS decola para seu voo inaugural em Toulouse, França. (Foto: Airbus)

A Airbus iniciou os testes de voo da primeira das 52 aeronaves A300 cargueiras, operadas pela UPS, que estão sendo adaptadas com novos processos embarcados, monitores de cristal líquido e outros sistemas e componentes aviônicos Primus Epic da Honeywell.

Uma atualização dos testes de voo publicados no Instagram pela UPS observa que a atualização contínua da frota inclui um novo sistema de gerenciamento de voo, um novo sistema de navegação GPS, radar meteorológico e um novo sistema integrado de comunicação e endereçamento de comunicações de aeronaves (ACARS) para comunicações digitais. Também haverá um novo display de situação vertical adicionada ao cockpit atualizado do A300.

“Esta é a primeira aeronave a ser modificada. Os testes de voo continuarão no início de 2020, com a primeira aeronave concluída e devolvida à UPS no final de 2020. Levará vários anos para modificar toda a frota de 52 aeronaves”, disse um representante da UPS.

Com a atualização, a UPS poderá adicionar novas funcionalidades aos sistemas aviônicos com o software carregado nas placas do processador, devido à arquitetura incorporada do cockpit Primus Epic. A atualização também inclui o mais recente sistema aprimorado de aviso de proximidade ao solo, novos instrumentos em espera e um novo sistema de manutenção central, fornecendo mais informações sobre manutenção.

Cockpit modernizado do A300-600F da UPS.

A Airbus anunciou pela primeira vez o programa de atualização com a Honeywell e a Airbus durante uma conferência de imprensa de maio de 2017. A UPS também está passando por um grande programa de atualização de cabine de pilotagem em sua frota Boeing 757 e 767.

“Este é o primeiro da indústria”, disse Kevin O’Hara, gerente da Divisão de Engenharia de Sistemas de aviônicos da UPS, em uma citação colada na página do Instagram da UPS Airlines. “Estamos pegando aeronaves projetadas na década de 1970 e trazendo os instrumentos e sistemas para o século XXI”.

A UPS espera continuar testando em voo o primeiro A300 atualizado até fevereiro de 2020, com a expectativa de que a primeira aeronave obtenha certificação e retorne ao serviço no final do próximo ano. A modificação de todos os 52 A300 levará vários anos, de acordo com a UPS. A transportadora aérea internacional opera principalmente os A300 em rotas de cargas pesadas de curto alcance para destinos nos Estados Unidos.

Anúncios