O dirigível híbrido Airlander 10 da Hybrid Air Vehicles Ltd.

A Agência Europeia para a Segurança da Aviação (EASA) atribuiu à Hybrid Air Vehicles (HAV) uma Aprovação de Organização de Design. Este é um marco importante no caminho da empresa para alcançar o início da produção do Airlander 10 para entrada em serviço com os clientes. É também uma grande conquista: apenas oito outras organizações possuem uma EASA Design Organization Approval (DOA) para certificação de aeronaves de grande porte.

Receber um DOA dá à HAV a capacidade de realizar um programa de testes de voo completo para a certificação de tipo do Airlander 10. Embora a HAV tenha operado anteriormente com um protótipo do Airlander sob a permissão da CAA e da EASA, o DOA é um passo crítico para a certificação de tipo. Ao longo do processo, a HAV e a EASA construíram uma boa relação de trabalho.

“Como organização, trabalhamos muito para garantir que estivéssemos totalmente preparados para cada etapa do processo do DOA. Como resultado, conseguimos garantir o nosso DOA”, comenta Nikky Pittkin, Engenheiro de Segurança e Aeronavegabilidade, que foi uma peça chave para impulsionar o programa no HAV. “Agora estamos trabalhando com especialistas da EASA para estabelecer a base de certificação para nossas aeronaves, para que possamos trabalhar para a certificação de tipo do Airlander 10.”

“Atingir nosso DOA sempre foi um marco importante em nosso plano de produção do Airlander 10”, acrescenta o diretor executivo Nick Allman. “Trabalhando diretamente com a EASA, fizemos excelentes progressos no desenvolvimento dos regulamentos apropriados para uma aeronave como a Airlander. Ter nosso DOA apoiará nossa preparação para um programa de certificação de tipo à medida que avançamos com a aeronave de produção”.

A HAV espera que a aeronave de produção Airlander 10 esteja em operação com os clientes a partir do início dos anos 2020, com a carteira de pedidos atualmente aberta para ambas as organizações e compradores individuais.

2 COMENTÁRIOS