O Airbus A350XWB decola para sua apresentação no AirVenture 2015. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O Airbus A350XWB decola para sua apresentação no AirVenture 2015. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

A pacata cidade de Oshkosh, situada ao norte de Milwaukee, no estado de Wisconsin, celebrou mais uma vez o tradicional AirVenture, a convenção anual da EAA (Experimental Aircraft Association), entre os dias 21 e 26 de julho. Este ano, as mais modernas aeronaves militares e civis, como o F-35, F-22 e A350 estiveram presentes na cidade à beira do belíssimo lago Winnebago, e contrastaram com as mais emblemáticas aeronaves de combate do mundo, como as três fortalezas voadoras da Boeing: B-17, B-29 e pela primeira vez na exposição estática o B-52. O Cavok Brasil esteve presente, e vai apresentar em capítulos o que de mais importante ocorreu no céu e no solo da meca da aviação experimental.

Vista da Boeing Plaza, área onde estão todas principais atrações do AirVenture. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Vista da Boeing Plaza, área onde estão todas principais atrações do AirVenture. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Na estática, três fortalezas voadoras da Boeing que marcaram história: a B-29, a B-52 e a B-17.
Na estática, três fortalezas voadoras da Boeing que marcaram história: a B-29, a B-52 e a B-17.

As duas pistas pavimentadas do Wittman Field, que se cruzam a 90°, com gramados ao redor de perder de vista, recebeu mais de 10 mil aeronaves, sendo mais de 2.600 usadas nos diversos shows aéreos que foram realizados entre os 7 dias de evento. Embora não tenha sido um ano de recordes, o número de atrações principais foi grande. E nesse primeiro capítulo de nosso relato, vamos relatar como foi a apresentação dos destaques do AirVenture.

O bombardeiros estratégico Boeing B-52H Superfortress, que pela primeira vez ficou na exposição estática no solo do AirVenture. (Fotos: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O bombardeiros estratégico Boeing B-52H Stratofortress, que pela primeira vez ficou na exposição estática no solo do AirVenture. (Fotos: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

IMG_2350

Uma das principais aeronaves, e realmente expressiva tanto pelo tamanho como pela importância, foi a presença na exposição estática do bombardeiro estratégico Boeing B-52H Stratofortress (AF 61-0029), fabricado em 1961, que foi deslocado da Base Aérea de Barksdale, Louisiana, para Oshkosh. O “BUFF”, como é apelidado o B-52, chegou no Wittman Field na quinta-feira (17), bem antes das outras aeronaves, e foi colocado diretamente na Boeing Plaza. Como ia permanecer toda semana no evento, a decisão de trazer ele antes foi devido a complexidade do seu pouso e pela difícil movimentação do bombardeiros no apertado local da exposição estática.

IMG_8332

A área ocupada pelo B-52H serviu de sombra para o público que queria fugir do sol. (Fotos: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
A área ocupada pelo B-52H serviu de sombra para o público que queria fugir do sol. (Fotos: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

A tripulação do 93° Esquadrão de Bombardeiros da Reserva da Força Aérea dos EUA ficou toda semana junto do B-52 respondendo as perguntas do público e contando um pouco sobre a história do esquadrão e da aeronave. O piloto do B-52 nasceu em 1986, 25 anos depois da aeronave sair da linha de montagem da Boeing. O B-52H exposto, não está mais sendo usado em missões de combate, e atualmente é usado apenas para treinamento e em demonstrações. Mas a frota de bombardeiros B-52H da USAF deve permanecer em operação até 2040.

Os três aviões que foram batizados de Lightning pela Força Aérea dos EUA lado a lado na Boeing Plaza: da direita para esquerda o P-38 Lightning, o F-22 (o qual teve seu protótipo YF-22 batizado de Lightning) e o F-35A Lightning II. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Os três aviões que foram batizados de Lightning pela Força Aérea dos EUA, lado a lado na Boeing Plaza: da direita para esquerda o P-38 Lightning, o F-22 (o qual teve seu protótipo YF-22 batizado de Lightning) e o F-35A Lightning II. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

IMG_8323

Os dois caças stealths do inventário da USAF, vistos juntos no AirVenture 2015. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Os dois caças stealths do inventário da USAF, vistos juntos no AirVenture 2015. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

Falando em USAF, as duas mais modernas aeronaves de caça dos EUA, o F-22 Raptor e o F-35A Lightning II, estiveram presentes em Oshkosh. A primeira esteve presente através do novo Raptor Demo Team, pertencente a 192ª Ala de Caça da Base Aérea de Langley, Virginia, com o Major John Cummings, nascido na cidade de Appleton, vizinha a Oshkosh, nos comandos do caça durante as apresentações sempre impressionantes.

A USAF levou para Oshkosh duas aeronaves F-22 Raptor da Base Aérea de Langley. (Fotos: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
A USAF levou para Oshkosh duas aeronaves F-22 Raptor da Base Aérea de Langley. (Fotos: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0092

 

DSC_0103

DSC_0104

Um F-22 Raptor preparado para pouso no Wittman Field. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Um F-22 Raptor preparado para pouso no Wittman Field. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O Raptor em demonstração durante um Photo Pass. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O Raptor em demonstração durante um Photo Pass. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O tradicional Heritage Flight, com a formação de um P-51D, um P-38 e o F-22. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O tradicional Heritage Flight, com a formação de um P-51D, um P-38 e o F-22. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_4156Duas aeronaves chegaram em Oshkosh na terça-feira (21) a tarde. Uma foi usada nas apresentações e ficou na exposição estática no restante da semana. O Raptor participou ainda dos três Heritage Flights, voando em formação com um P-51D Mustang e um P-38 Lightning.

Sem dúvida, a chegada do F-35A foi um dos momentos mais aguardados em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Sem dúvida, a chegada do F-35A foi um dos momentos mais aguardados em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Os dois F-35A realizaram três passagens baixas antes do pouso final. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Os dois F-35A realizaram três passagens baixas antes do pouso final. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0430

DSC_0448

As duas aeronaves F-35A vieram da Base Aérea de Eglin. Flórida. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
As duas aeronaves F-35A vieram da Base Aérea de Eglin. Flórida. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0458

DSC_0462

Uma aeronave taxiou bem próxima do público. O piloto estava com o mais moderno capacete utilizado pela USAF. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Uma aeronave taxiou bem próxima do público. O piloto estava com o mais moderno capacete utilizado pela USAF. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0481

Nessa foto, pode ser visto o grande display presente no cockpit do F-35A.
Nessa foto, pode ser visto o grande display presente no cockpit do F-35A.

Na quarta-feira (22) chegou então a Oshkosh o mais moderno caça do inventário norte-americano. Duas aeronaves F-35A CTOL, pertencentes a 33ª Ala de Caça da Base Aérea de Eglin, Florida, pousaram em Wittman Field. Antes do pouso as duas aeronaves stealth realizaram várias passagens baixas. Depois do pouco, uma aeronave foi para área estática da Boeing Plaza e outra ficou numa área afastada, do outro lado da pista principal.

Detalhe frontal do F-22 Raptor. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Detalhe frontal do F-22 Raptor. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O Major John Cummings, piloto de demonstração dp F-22 Raptor Demo Team. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O Major John Cummings, piloto de demonstração dp F-22 Raptor Demo Team. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Subida de alta performance do F-22 Raptor. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Subida de alta performance do F-22 Raptor. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_1656

Vista traseira das duas aeronaves steatlh da USAF. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Vista traseira das duas aeronaves steatlh da USAF. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

IMG_8350

Segurança reforçada dos sofisticados caças norte americanos. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Segurança reforçada dos sofisticados caças norte americanos. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

A segurança das duas aeronaves stealth da USAF foi reforçada durante todo evento. Dois fuzileiros foram mantidos permanentemente ao lado dos caças, armados com fuzis, e um cordão de isolamento foi feito ao redor dos aviões de combate.

Mais fotos da demonstração do F-22 Raptor Demo Team da USAF. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Mais fotos da demonstração do F-22 Raptor Demo Team da USAF. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_1740

O F-22 taxia na frente do A300-600F da FedEx. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O F-22 taxia na frente do A300F da FedEx. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_3950

Passagem do F-22 com o compartimento de armas aberto. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Passagem do F-22 com o compartimento de armas aberto. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Major John Cummings acena para o público após sua demonstração. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Major John Cummings acena para o público após sua demonstração. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O F-22 Raptor do "Warbirds in Review". (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O F-22 Raptor do “Warbirds in Review”. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

O F-22 participou do “Warbirds in Review”, mas nem mesmo o pessoal oficial do evento encarregado da filmagem pode permanecer próximo do caça. As duas aeronaves ainda possuem um certo segredo militar. Muitas pessoas tentavam fotografar os caças de todos ângulos, mas a restrição para chegar mais perto dos caças era algo perturbante.

O mais novo widebody da Airbus, o A350 XWB, ficou três dias na exposição estática do AirVenture 2015. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O mais novo widebody da Airbus, o A350 XWB, ficou três dias na exposição estática do AirVenture 2015. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Na quarta-feira, o A350 realizou sua demonstração. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Na quarta-feira, o A350 realizou sua demonstração. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0609

DSC_0614

Arremetida do A350 XWB em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Arremetida do A350 XWB em Oshkosh. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0661Do lado civil, um dos destaques foi a primeira visita em Oshkosh do Airbus A350 XWB (eXtended Wide Body), a mais recente aeronave da fabricante europeia. O A350 chegou em Wittman Field na segunda-feira (20), e ficou na estática até quarta-feira, quando decolou, realizou uma bela apresentação, com direito a aplausos por parte dos membros da Airbus, e se despediu do AirVenture. O A350 está participando de um tour pelas Américas, e esteve recentemente no Brasil, visitando São Paulo e Campinas no começo de julho.

Belissíma apresentação em voo do novo Airbus A350 XWB. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Belissíma apresentação em voo do novo Airbus A350 XWB. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0569

DSC_0577

O A350 realizou diversas passagens baixas. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O A350 realizou diversas passagens baixas. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0594

DSC_0601

A aeronave A350 está realizando um tour pelas Américas. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
A aeronave A350 está realizando um tour pelas Américas. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_0628

Detalhe do winglet e da cauda do A350. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Detalhe do winglet e da cauda do A350. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

A aeronave de testes A350 MSN002 destacou a presença do Airbus Group no AirVenture. A aeronave comercial com dois motores é projetada para transportar mais de 300 passageiros nas operações de médio a longo alcance. A Airbus já destacou no AirVenture as suas aeronaves A380 e Beluga.

O recém restaurado de Havilland Mosquito DH.98 "Wooden Warrior". (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O recém restaurado de Havilland Mosquito DH.98 “Wooden Wonder”. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_2281

DSC_2312

Figurantes com trajes dda Segunda Guerra Mundial posam em frente ao Mosquito recém restaurado.. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Figurantes com trajes dda Segunda Guerra Mundial posam em frente ao Mosquito recém restaurado.. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Detalhe do "Wooden Warrior". (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Detalhe do “Wooden Wonder”. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

Dentre os Warbirds, duas gerações de aeronaves foram dastacadas no AirVenture. Da Segunda Guerra Mundial um raro de Havilland Mosquito DH.98 “Wooden Wonder” foi apresentado pela primeira vez em Oshkosh. A aeronave pertencente a um museu na Flórida, é uma das duas únicas aeronaves em condições de voo no mundo.

Pouso com ajuda do paraquedas de frenagem. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Pouso com ajuda do paraquedas de frenagem. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Sem dúvida um dos mais belos warbirds civis presentes já em Oshkosh foi o F-100F Super Sabre. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Sem dúvida um dos mais belos warbirds civis presentes já em Oshkosh foi o F-100F Super Sabre. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

IMG_8520

O F-100F Super Sabre permaneceu na estática junto aos destaques dos warbirds. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
O F-100F Super Sabre permaneceu na estática junto aos destaques dos warbirds. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_3837

Para decolagem o F-100F utilizou toda extensão da pista do Wittman Field. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Para decolagem o F-100F utilizou toda extensão da pista do Wittman Field. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Cada vez que era acionado o pós-combustão, literalmente se ouvia uma explosão. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Cada vez que era acionado o pós-combustão, literalmente se ouvia uma explosão. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

Da época da Guerra do Vietnã, um caça North American F-100F Super Sabre civil chegou em grande estilo no final da quarta-feira (22). O “Hun”, apelido do F-100, foi o primeiro caça da série Century, e fez seu debut no evento. Na sexta-feira, fez parte das demonstrações dos warbirds durante o air show, e no sábado realizou várias passagens no início do show noturno, mostrando labaredas saindo do exaustor.

DSC_2945

A sempre impressionante demonstração VTOL do AV-8B Harrier. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
A sempre impressionante demonstração VTOL do AV-8B Harrier. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_2969

Duas aeronaves se apresentaram na quinta-feira. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Duas aeronaves se apresentaram na quinta-feira. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

DSC_3889

A decolagem vertical era ensurdecedora. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
A decolagem vertical era ensurdecedora. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

Outra grande atração, mesmo depois de várias visitas ao AirVenture, foi o McDonnell Douglas AV-8B Harrier II do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA. Duas aeronaves chegaram na quinta-feira (23) e realizaram demonstrações nos três dias que estiveram no AirVenture. Uma aeronave permaneceu na estática.

Detalhe do F-22 Raptor a noite. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)
Detalhe do F-22 Raptor a noite. (Foto: Fernando Valduga / Cavok Brasil)

No próximo artigo, vamos relatar como foram os shows aéreos realizados todas as tardes no AirVenture, incluindo os dois shows noturnos. De acrobacia, simulação de guerra e até demonstração de jatos de combate.

 

Anúncios

18 COMENTÁRIOS

  1. Impressionante Vladuga, parabéns. Excelentes fotos de um profissional. Interessante como o B29 é enorme quase perto do tamanho de um B52. Fantástico. Deixei para o final de semana para degustar as fotos ?. O F-35 não apresenta mais HUD e existem alguns pilotos que reclamam do novo HMD, sua ergonomia e tamanho, dificultando a visão para trás. Em umas das fotos nota-se a grande corcunda que posicionamento do cockpit que dificulta a vida do piloto neste F-35A. Parabéns mais uma vez e obrigado pelas fotos fantásticas.

Comments are closed.