A Alemanha vai operar com os novos UAS Heron TP desenvolvidos pela IAI.

A Airbus e o Departamento Federal de Equipamentos, Tecnologia da Informação e Suporte em Serviço da Bundeswehr (BAAINBw) assinaram um acordo de operação para sistemas aéreos não tripulados (UAS) Heron TP após uma aprovação parlamentar no dia 13 de junho de 2018.

O contrato inclui o fornecimento do Heron TP UAS, bem como todos os serviços operacionais necessários para o sistema. De acordo com a lei orçamentária alemã, o contrato entrará em vigor após a publicação do orçamento federal.

Os drones Heron 1, que atualmente são utilizados pelas forças armadas alemãs no Afeganistão e no Mali, serão substituídos pelos modelos mais poderosos Heron TP fabricados pela IAI (Israel Aerospace Industries), que já está totalmente operacional com a Força Aérea Israelense, embora o contrato entre a Bundeswehr e a Airbus baseia-se nesse modelo anteriormente bem-sucedido. A indústria garantirá o desempenho do sistema, as horas de voo e a disponibilidade e permitirá que os soldados se concentrem totalmente em suas respectivas missões.

O projeto terá uma fase de instalação de dois anos, seguida por uma fase operacional que durará mais sete anos, preenchendo assim a lacuna até que um drone europeu soberano seja desenvolvido.

“Este projeto fornecerá à Bundeswehr um sistema ainda mais eficiente que protegerá melhor os soldados em uma ampla gama de situações de ameaça, bem como a população civil em risco”, disse Jana Rosenmann, chefe de sistemas aéreos não tripulados da Airbus. “O conceito modular nos permitirá fornecer à Bundeswehr os recursos necessários a tempo para os próximos anos”.

Um UAS Heron TP nas cores da Força Aérea Israelense.

Shaul Shahar, vice-presidente executivo da IAI e gerente geral do Grupo de Aeronaves Militares, disse: “Estamos entusiasmados e orgulhosos desse acordo com o Ministério Federal da Defesa, um importante cliente estratégico. O Heron TP é uma Aeronave Remotamente Pilotada (RPAS) estratégica de primeira linha. Seu forte desempenho proporcionará à Alemanha uma superioridade aérea sem precedentes. Gostaríamos de agradecer ao governo alemão por este voto de confiança construído ao longo de muitos anos. Estamos comprometidos em preservar a qualidade de nossos serviços e sistemas e esperamos continuar colaborando”.

Sob os termos do contrato básico, a Bundeswehr receberá cinco aeronaves equipadas para missões de reconhecimento e capazes de transportar armas, quatro conjuntos de segmentos terrestres, ambientes de treinamento e todos os serviços operacionais do sistema. O contrato básico também inclui a preparação dos drones para uso em futuros países de operação.

Os sistemas são equipados com sensores eletro-ópticos e infravermelhos e sistemas de radar de imagens para realizar tarefas de reconhecimento de longo alcance. Sistemas de comunicação via satélite e sistemas de criptografia de dados e voz alemães também fazem parte da configuração.

Os UAV são equipados com um sistema de radar meteorológico para que possam operar em condições climáticas adversas.

O sistema MALE HERON TP receberá a certificação militar da autoridade aeronáutica das Forças Armadas Alemãs, de acordo com o STANAG 4671, permitindo que o sistema seja usado em todo o mundo. Isso é complementado pela integração das capacidades de evitar colisões.

Como foi o caso do modelo anterior, o Heron 1, a Airbus como contratada principal, colaborará estreitamente com a empresa israelense Israel Aerospace Industries Ltd (IAI). Complementando seu papel de contratada principal, a Airbus já é uma organização de projeto da Heron TP aprovada pela autoridade de aviação das Forças Armadas Alemãs e também se tornará a organização aprovada de fabricação e manutenção do Heron TP para o projeto.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. imprensa da Israel diz que o premier Natannyahu ligou para a Merkel agradecendo pelo contrato com o MD dela

Comments are closed.