A aeronave Boeing 747-438 “VH-OJU” da Qantas. (Foto: Seth Jaworksi)

A companhia aérea de bandeira australiana Qantas retirou seu último Boeing 747-400 ‘padrão’ no final de semana passado, após voar mais de 92 mil horas e transportar mais de 2,5 milhões de passageiros.

O Boeing 747-400 da Qantas, registrado como VH-OJU e batizado “Lord Howe Island”, tem 19 anos e saiu da linha de produção da Boeing em janeiro de 2000. Voou seu voo comercial final, operando de Sydney a Los Angeles como QF99 no domingo (13/10). Este voo marca a 6ª de 12 aposentadorias dos 747-400 da Qantas.

A aeronave de quase 20 anos de idade é o último do Boeing 747-400 padrão da Qantas, funcionando com motores RB211 fabricados pela Rolls Royce. Os seis Boeing 747 restantes na frota da companhia aérea são o 747-400ER, equipado com motores CF6 da General Electric (GE).

O voo, com 364 assentos, estava usando um novo conceito de “plano de pontos”, que é um voo em que apenas os passageiros com uma associação de passageiro frequente da Qantas podiam reservar assentos e podiam usar seus pontos de passageiro frequente para pagar pelo voo.

Todos os 58 assentos da classe executiva e 36 assentos da econômica premium estavam ocupados, enquanto havia cerca de 100 assentos sobressalentes na cabine econômica quando o VH-OJU decolou da pista 34L do aeroporto de Sydney pouco depois de 17h00 no domingo.

Até o final de 2020, todos os Boeing 747-400 da Qantas serão aposentados em favor dos novos 787 Dreamliner da Boeing. Encerrando a longa história da Qantas com o 747 desde 1971, quando a Qantas recebeu seu primeiro Boeing 747-238B.

Juntamente com os seis Boeing 747, a frota de longo curso da Qantas consiste em aeronaves Airbus A330, A380 e Boeing 787-9 Dreamliner.

Operador do 747 desde 1971

Ao todo, a Qantas operou 65 747s, recebendo 57 novos 747s da Boeing, adquirindo três 747-400 em segunda mão e operando cinco aeronaves arrendadas em vários pontos. E por um período entre a aposentadoria do seu último 707 em março de 1978 e a entrega do seu primeiro 767 em julho de 1985, a Qantas chegou a operar uma frota totalmente 747.

Abaixo, uma propaganda da Qantas da entrada em serviço do 747-400 na frota da companhia aérea em 1989.

O primeiro 747 entrou em serviço com a Qantas em setembro de 1971 e, com o tempo, a companhia aérea operaria quase todas as principais variantes do 747, incluindo o 747SP, o 747 Combi, o 747-300 (que introduziu o convés superior estendido), o 747-400, e o 747?400ER (alcance estendido).

A Qantas disse anteriormente que esperava ter o último 747 retirado quando a companhia aérea comemorasse seu centenário no final de 2020.

Anúncios

1 COMENTÁRIO