Com a desistência do programa An-132 com a Ucrânia, os sauditas agora apostam no maior A400M da Airbus.

A Real Força Aérea Saudita está atualmente considerando a aeronave de transporte A400M Atlas da Airbus.

O diretor executivo da Indústrias Militares da Arábia Saudita, Andreas Schwer, falou durante o Paris Air Show sobre o interesse do país na plataforma para suprir a necessidade de transporte de veículos blindados pelas forças armadas do país.

“O foco da Força Aérea Saudita e outros clientes locais mudou de uma plataforma de carga útil de 10 toneladas para plataformas de maior capacidade. Há uma mudança de foco do nosso lado para plataformas de aviação maiores… mas podemos mudar a prioridade para um modelo maior”, disse Schwer.

A Arábia Saudita atualmente opera o Lockheed Martin C-130H Hercules para transporte, com aprovação em 2012 para a aquisição de 25 aeronaves C-130J. O progresso na aquisição da plataforma C-130J, no entanto, demorou a se materializar.

“A carga útil C-130 é de 20 toneladas, e a do An-132D é uma carga de 10 toneladas, então você precisa adquirir uma plataforma maior. A Força Aérea está procurando entrar no tamanho de 40 toneladas, e é por isso que estão em discussões intensas com a Airbus sobre o A400M”.

O desenvolvimento do programa An-132D também mudou após a aquisição dos elementos da Taqnia e do Centro King Abdulaziz para Ciência e Tecnologia (SAMI), com a SAMI examinando agora uma potencial comercialização e de exportação da aeronave antes de prosseguir com o projeto programa em conjunto com a Ucrânia.


Fonte: Jane’s

Anúncios