Ministro da Defesa daquele país teria confirmado a entrega das aeronaves.

O blog Aeromaquina publicou que Oscar Aguad, Ministro da Defesa da Argentina, teria dito, perante a comissão que investiga o acidente com o ARA San Juan, que “somente cinco A-4R estão em condições de voo e que faltam horas de treinamento para os pilotos, mas que os (cinco) Super Etendards adquiridos da França pela bagatela de € 12 milhões (pouco mais de US$ 15 milhões), chegarão até o final do mês, mas os aviões levarão até um ano para serem colocados em operação”.

9 COMENTÁRIOS