Um ataque de morteiro teria destruído pelo menos sete aviões russos na Síria. (Imagem ilustrativa – MoD Russo)

Pelo menos sete aviões russos foram destruídos por um ataque de morteiro na Base Aérea de Hmeymim na Síria em 31 de dezembro, o jornal russo Kommersant relatou na quarta-feira, citando duas fontes.

Na maior perda de equipamento militar para a Rússia desde que lançou ataque aéreo na Síria no outono de 2015, mais de 10 militares foram feridos no ataque feito por “islamitas radicais“, segundo a notícia.

Pelo menos quatro bombardeiros Su-24, dois caças Su-35S e um avião de transporte An-72, bem como um depósito de munições, foram destruídos pelo ataque, disse Kommersant em seu site, citando duas fontes “militares-diplomáticas“.


FONTE: Reuters


Nota do editor: O evento relatado ainda não foi oficialmente confirmado pelo Ministério da Defesa russo.

Anúncios

29 COMENTÁRIOS

  1. O Ministério da Defesa russo reconheceu que ocorreu o ataque e teve duas vítimas fatais, mas negou que 7 aeronaves foram destruídas.

Comments are closed.