Concepção artística revelada pela Lockheed Martin do que poderá ser a nova aeronave hipersônica SR-72. (Foto: Lockheed Martin)

A Lockheed Martin está aumentando o desenvolvimento da tecnologia de um sistema hipersônico, uma vez que observadores relataram os primeiros avistamentos de um veículo demonstrador que se acredita estar vinculado ao projeto de aeronave de alta velocidade SR-72 planejado pela Skunk Works.

“Embora eu não possa entrar em detalhes, digamos que a equipe da Skunk Works em Palmdale, Califórnia, está dobrando nosso compromisso de acelerar o projeto”, disse Orlando Carvalho, vice-presidente executivo da divisão aeronáutica da Lockheed Martin, falando no Congresso e Exposição Internacional SAE Aerotech em Fort Worth, Texas. “Simplificando, acredito que os Estados Unidos estão à beira de uma revolução hipersônica”.

Em referência ao desenvolvimento contínuo do programa de pesquisa de novos projetos secretos, particularmente dos (em inglês) Tactical Boost Glide e Hypersonic Air-breathing Weapon Concept pela Darpa e o Laboratório de Pesquisa da USAF, o último em competição com Raytheon, Carvalho disse: “Na última década, o progresso vem se movendo rapidamente e a tecnologia hipersônica se torna claramente evidente para todos como um jogador desafiante. Continuamos a avançar e testar a tecnologia que irá beneficiar o voo hipersônico e estamos trabalhando em vários programas, incluindo dois esforços da Darpa. Velocidade é importante, especialmente quando se trata de segurança nacional”.

Ao não fazer uma menção específica do SR-72, que a empresa está propondo como uma substituição hipersônica para o SR-71 Blackbird, retirado de operação na USAF em 1998, os comentários positivos de Carvalho ecoam os comentários recentes de Rob Weiss, vice-presidente executivo e gerente geral de Organização de Programas de Desenvolvimento Avançado da Lockheed Martin. Falando à Semana da Aviação em junho, Weiss insinuou que o progresso em direção a um veículo de pesquisa de voo (FRV) precursor do SR-72, opcionalmente pilotado, estava acontecendo dentro do cronograma.

A Skunk Works acredita estar planejando o início do desenvolvimento do FRV no próximo ano, com o primeiro voo voltado para 2020. O FRV terá o mesmo tamanho que um F-22 e é alimentado por um motor de ciclo combinado, misturando tecnologia scramjet e jato atual. No entanto, no início do desenvolvimento do demonstrador, a Lockheed vem pensando em testar várias tecnologias furtivas em uma série de testes terrestres e de voo.

De acordo com as informações fornecidas à Aviation Week, um desses demonstradores de tecnologia, considerado uma aeronave de subescala não tripulada, foi observado voando próximo da Usina 42 da Força Aérea dos EUA em Palmdale, onde a Skunk Works está sediada. O veículo, que foi observado, aterrissando nas primeiras horas em uma data não especificada no final de julho, foi visto com dois jatos T-38 de escolta. A Lockheed Martin recusou-se a comentar diretamente sobre o avistamento.

O SR-71 Blackbird durante voo próxima a Base Aérea de Beale, California.

A empresa anteriormente disse que o passo em sequência seria o desenvolvimento de um SR-72 em escala completa e com dois motores. Com aproximadamente as mesmas proporções que o SR-71, e o veículo maior entraria no teste de voo no final dos anos 2020.

“Hipersônico é como furtividade. É uma tecnologia disruptiva e permitirá que várias plataformas operem em duas a três vezes a velocidade do Blackbird”, disse Carvalho. “A sobrevivência operacional e a letalidade são o impedimento final. A orientação de classificação de segurança só nos permitirá dizer que a velocidade é maior do que Mach 5.”


Fonte: Aviation Week

Anúncios

5 COMENTÁRIOS

  1. Derrubar o posto dos EUA na vanguarda da tecnologia aeroespacial fica cada vez mais distante da realidade de qualquer país.
    Se viabilizado esse projeto, creio que nem a Russia tem cacife para uma empreitada dessas.

  2. Dado que quando uma tecnologia revolucionária é mostrada ao público depois de alguns anos de desenvolvimento, o que será que vão revelar daqui a cinco anos, as tecnologias que estão começando a desenvolver hoje?

    • Vou te mandar uma foto da minha vizinha feminista para vc ver que ja existem coisas bem mais assustadoras.

Comments are closed.