Sete novos caças F-35A chegaram à Base da Real Força Aérea Australiana em Williamtown, em 11 de dezembro, elevando a frota australiana para 13 aeronaves. Os aviões partiram da Luke AFB e viajaram com o apoio de aviões-tanques pelo Havaí e Guam. (Foto RAAF)

O programa australiano para compra dos Joint Strike Fighter, de vários bilhões de dólares do Governo Nacional Liberal, alcançou um novo marco com sete aeronaves F-35A Lightning II chegando à Base da RAAF de Williamtown no dia 11 de dezembro.

A ministra da Defesa, senadora Hon Linda Reynolds, disse que o programa F-35 está no caminho para fornecer à Austrália uma aeronave de quinta geração que está na vanguarda da tecnologia de combate aéreo.

“Isso eleva o número total de F-35As que estão operando na Base da RAAF de Williamtown para 13, com outras cinco aeronaves baseadas na Base Aérea de Luke, no Arizona, EUA”, disse o ministro Reynolds.

“Este é o caça furtivo multifuncional mais avançado do mundo, que trará benefícios de capacidade para a próxima geração e proporcionará um grande impulso à capacidade de combate aéreo”.

Além disso, o governo australiano aprovou as próximas 24 aeronaves – o que significa que todas as 72 aeronaves australianas F-35A Lightning II estão agora confirmadas.

O ministra da defesa também assinou um acordo internacional conhecido como Contrato de Compra em Bloco, no valor total de US$ 34 bilhões, que entregará 45 das aeronaves F-35A Lightning II da Austrália.

“O acordo é uma ótima notícia para a Austrália, com o preço unitário agora cinco por cento abaixo da estimativa aprovada pelo governo em 2014”, disse o ministro Reynolds.

“O F-35A é uma parte essencial do investimento de US$ 200 bilhões do governo Morrison em capacidade de Defesa, que inclui investir na capacidade de combate aéreo de última geração para a Austrália”.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Incrível como a Austrália investe em defesa!!! Só torço para que não caiam na lorota de futuramente padronizar a frota em torno do F-35…

    No mais, excelente aquisição! Pra ficar uma força militar "completa", só falta em NAe (puro sangue msm, nada de LHD com F-35B).

Comments are closed.