A Austrália planeja construir uma instalação de manutenção de motores F135. (Imagem ilustrativa)

A empresa australiana TAE Aerospace desenvolverá uma instalação de manutenção de motores em Bundamba, no sudeste de Queensland, para apoiar a manutenção doméstica dos caças Lockheed Martin F-35 Lighting II da Força Aérea Real Australiana (RAAF).

A nova instalação “apoiará a manutenção, reparo, revisão e atividades de atualização não apenas para motores F135 australianos mas também para motores por volta da região Ásia-Pacífico e do mundo”, disse o Ministro da Defesa australiano Christopher Pyne em um comunicado divulgado em 31 de agosto.

A Austrália aprovou a aquisição de 72 caças F-35A para substituir a antiga frota de aeronaves Boeing F/A-18A/B da RAAF. O país já recebeu cinco caças F-35A, atualmente localizados na Base Aérea de Luke, nos EUA, onde atuam como parte da frota internacional de treinamento.


FONTE: IHS Jane’s

Anúncios

7 COMENTÁRIOS

  1. Australianos preparando base na Malásia para operar F35.
    http://www.cavok.com.br/blog/australia-vai-constr

    "At the same time, Senator Payne has announced a $22 million upgrade for the Butterworth air base in Malaysia, from which the Australian Defence Force operates under a special agreement. Fairfax Media understands the Tritons will not fly out of Butterworth in the immediate future, but the base does need improvements so it can service high-end aircraft such as the RAAF’s new Joint Strike Fighters for regional exercises."

  2. Como consequência da ganância expansionista da China esta região irá se tornar a mais militarizada do mundo, e a tal estratégia Colar de Pérolas deles para dominar o oceano Indico espalhando ilhas artificiais militares será completamente cercada por várias nações fortemente armadas. Se explodir um conflito a coalizão que se formará superará os chinos em quantidade de meios e tecnologia e a tendência é que sejam empurrados para sua costa e sufocados.

    • Mas não sem que antes ocorram pesadas perdas de ambos os lados do conflito.

    • Mais fracassada que a estratégia chinesa, só a geopolítica linguística.

    • Nas minhas contas a superioridade aérea aliada é na razão de 3 para 1.

Comments are closed.