O jato E-11A usado como BACN pela Northrop Grumman no apoio a missões da USAF.

O Núcleo de Comunicações Aerotransportadas do Campo de Batalha (BACN, Battlefield Airborne Communications Node), desenvolvido, operado e mantido pela Northrop Grumman Corporation para a Força Aérea dos EUA (USAF), completou 10.000 missões de combate conectando combatentes no ar e no solo.

O BACN é um gateway aéreo de alta altitude que traduz e distribui comunicações de voz, vídeo, imagens e outras informações do campo de batalha de várias fontes. Usando um conjunto de computadores e sistemas de rádio, o BACN constrói uma ponte e amplia as comunicações entre usuários diferentes e de diferentes redes de datalink para proporcionar uma consciência situacional e permitir uma melhor coordenação de comando e controle entre caças e comandantes.

A frota de BACN compreende quatro sistemas tripulados E-11A e três sistemas de aeronaves não tripuladas Global Hawk EQ-4B Block 20 da Northrop Grumman. O BACN apoia missões executadas no sudoeste da Ásia e atingiu o marco de 10.000 missões de combate no dia 6 de março de 2017. O E-11A é uma versão militar do jato executivo Bombardier BD-700 Global Express.

“Este é um marco significativo enquanto o sistema BACN continua a demonstrar que é absolutamente indispensável para os nossos combatentes na execução de suas missões. Os Gateways Embarcados aumentam muito a consciência situacional e o comando e controle, capacidades que são igualmente críticas para operações conjuntas e de coalizão”, disse Jeannie Hilger, vice-presidente de negócios de comunicação da Northrop Grumman Mission Systems.

Aeronaves Global Hawk EQ-4B.

A conectividade persistente que o BACN fornece é usada para executar com sucesso várias missões, incluindo operações aéreas globais. A capacidade de ultrapassar a linha de visão do sistema tem sido particularmente útil para superar as limitações de comunicação colocadas pelo acidentado terreno do Afeganistão.

A Northrop Grumman é o principal contratado para desenvolver, implantar, operar e sustentar o BACN em apoio ao Comando Central dos EUA. A Northrop Grumman mantém as plataformas de aeronaves BACN E-11A e a Força Aérea dos EUA mantém as plataformas EQ-4B Global Hawk.

A Northrop Grumman recebeu o primeiro contrato BACN em abril de 2005 pelo Centro de Gerenciamento do Ciclo de Vida da Força Aérea dos Estados Unidos (anteriormente Centro de Sistemas Eletrônicos da Força Aérea), na Base da Força Aérea de Hanscom, Massachusetts. Desde que o sistema foi implantado em 2008, ele entregou uma cobertura quase 24/7 no teatro e manteve uma taxa de disponibilidade de carga útil superior a 98 por cento.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Para quem não se lembra, a Embraer ofertou, durante a concorrência ACS do USArmy, uma aeronave (Emb-145) com uma configuração muito semelhante a esta. Mas claro, a Embraer, como em outras concorrências nos EUA, para suas forças armadas, ganhou, mas não levou.

    Isto é só um lembrete aos que acreditam em contos de fadas de que a USAF pode ser uma usuária do KC-390.

    Até mais!!!

  2. Então este troço é um hub aerotransportado??

    Como dizia um certo personagem infantil: "mas que coisa esquisítica!"

Comments are closed.