Jato de treinamento Hawk Mk 127 da RAAF. (Foto: BAE Systems)

A BAE Systems Australia iniciou o processo de modernização da última aeronave de treinamento Hawk Mk 127 para Real Força Aérea Australiana (RAAF) em sua instalação de manutenção em Williamtown, processo este que tornará os Hawks da RAAF comparáveis aos  mais avançados de seu tipo no mundo.

A frota australiana de jatos Hawk Mk 127 tem sido parte integrante do sistema de treinamento de jatos desde 2001, permitindo à RAAF formar tripulações altamente capacitadas para a carreira nos cockpits de aeronaves de combate, incluindo F/A-18A/B Classic Hornets, F/A-18F Super Hornets e EA-18G Growlers.

O projeto para atualizar a frota de 33 aeronaves teve início em 2016. Com a atualização desta última aeronave, em 2019 a RAAF completará o importante programa Lead-In Fighter Capability Assurance.

O executivo-chefe da BAE Systems Austrália, Gabby Costigan, disse: “A aeronave BAE Systems Hawk melhorada fornece à RAAF uma capacidade semelhante à da mais moderna aeronave Hawk em todo o mundo”.

Com esta aeronave Hawk de alta capacidade, a RAAF tem um jato líder que está pronto para entregar pilotos de alto nível para os novos F-35A Joint Strike Fighter.

Unidade de manutenção de aeronaves da BAE Systems Australia em Williamtown, NSW.

A RAAF tem conduzido novos cursos introdutórios de combate com os Hawks atualizados já em serviço.

Cada aeronave Hawk atualizada fornece novos recursos de treinamento, incluindo radar simulado, guerra eletrônica, mapeamento digital, sistema de alerta de proximidade do solo e prevenção de colisão com tráfego. A atualização também inclui a substituição de dois dispositivos de treinamento sintéticos legados por três simuladores de missão completos fornecidos pela CAE.

“É também um testemunho para todos os envolvidos que o programa de atualização foi entregue sem afetar negativamente o treinamento da tripulação do jato rápido da RAAF, o que é uma conquista significativa”, explicou Costigan.

O jato Hawk presta serviço a 18 nações diferentes e entregou mais de 4 milhões de horas voadas, preparando dezenas de milhares de pilotos para a vida em uma aeronave de combate de primeira linha.

A Austrália comprou 33 aeronaves Hawk nos anos 90. A maioria das aeronaves foi montada em Williamtown, NSW.

O Hawk foi projetado para parecer, sentir e funcionar como os jatos de combate de última geração. Os displays multifuncionais são suportados pelos computadores de missão de última geração que podem fornecer dados de exibição representativos das mais recentes aeronaves de combate, como Typhoon e F-35, e os mais recentes recursos de navegação, como um mapa em movimento digital.

1 COMENTÁRIO

  1. A Bae é a terceira maior empresa de defesa do mundo. Talvez, seja o maior portfólio.

Comments are closed.