A BAE Systems será responsável pela fabricação e instalação do novo sistema de Medidas Eletrônicas de Apoio (ESM) dos bombardeiros B-2 da USAF. (Foto: U.S. Air Force)

A BAE Systems recebeu um contrato da Northrop Grumman – Aerospace Systems para fornecer os sistemas de Electronic Support Measure(ESM) para uso em todos os 20 bombardeiros B-2 Spirit. Esta atualização do ESM será uma substituição completa do atual sistema antigo AN/APR-50. Com este contrato, a BAE Systems agora fornecerá os sistemas de Guerra Eletrônica de todos as três de plataformas stealth da Força Aérea dos EUA: as aeronaves F-22, F-35 e B-2.

“Como resultado de uma competição extremamente rigorosa para um sistema ESM modernizado para o B-2, a Northrop Grumman está satisfeita com a seleção da BAE Systems como nossa principal parceira para fornecer uma resposta rápida, e de acessível capacidade defensiva para o militar”, disse Dave Mazur, vice presidente da divisão de Ataque de Longo Alcance da Aerospace Systems. “Modernizar o sistema defensivo do B-2 é fundamental para a supremacia contínua do ataque de longo alcance e que será realizada através do extenso conhecimento no portfólio de tecnologia ESM da BAE Systems.”

A Northrop Grumman selecionou a BAE Systems num processo de licitação com as históricas e maiores indústrias fornecedoras de Guerra Eletrônica, para substituir o legado sistema ESM AN/APR-50 de mais de 30 anos. O sistema, em conjunto com o receptor de alerta radar, detecta ameaças eletrônicas encontradas pela B-2 e proporciona o conhecimento da situação das ameaças detectadas para a sua tripulação.

“Como provedor de capacidade semelhante nas aeronaves de caça de 5ª geração, a BAE Systems é bem adequada para modernizar as capacidades de ESM da frota de B-2”, disse Brian Walters, vice-presidente e gerente geral da BAE Systems Combat Electronic Solutions. “O B-2 é um avião capaz de realizar missões de longo alcance, que deve ter uma cautela no planejamento de missão e uma consciência situacional excepcional para atingir os seus objetivos através das altamente desenvolvidas defesas inimigas cada vez mais sofisticados. Nosso sistema ESM fornecerá as tripulações um alerta em tempo real das ameaça e uma consciência situacional dos emissores de ameaças, permitindo que as equipes possam alterar sua rota de vôo planejado através do espaço aéreo em litígio, e com segurança completar sua missão.”

O B-2, também conhecido como o Stealth Bomber, é a principal aeronave de ataque em profundidade projetada para penetrar as densas defesas anti-aéreas e lançar armas convencionais e nucleares. A Northrop Grumman é a fabricante da plataforma B-2 da Força Aérea dos EUA e principal contratante para todos os trabalhos de modernização do B-2 envolvidos com a extensão da vida de serviço da aeronave até 2058.

O trabalho do sistema ESM será realizado em Nashua, NH, e Cambridge, Massachusetts.

Anúncios

48 COMENTÁRIOS

  1. Foi a assinatura destes B2 que os técnicos tchecos conseguiram rastrear com sistema passivo na oceania?

    • tem sempre algum tecnico ou estudande detectando avioes stealth por aí, mas engraçado que nenhum pais conseguiu tal proeza, prova disso é que russia e china estao correndo atras de seus avioes stealth, isso já prova que voce está errado quanto a 5° geraçao, e nao adianta falar o contrario porque voce nao é nenhum tecnico ou especialista, é só um cara que comenta num site de aviaçao, e se tantos estao investindo nessa tecnologia ela deve ser boa

      • "…tem sempre algum tecnico ou estudande detectando avioes stealth por aí…"
        BW, vc acabou de responder, se isso é verdade então tem algum fundamento.
        O domínio de tal tecnologia é questão de tempo, e se alguem já o conheçe, pode ter certeza que deve ser um segredo trancado a 7 chaves.

        • eu estava sendo ironico… quis dizer que sempre tem alguem insinuando que consegue ver avioes stealth a zilhoes de quilometros, mas nem russia, nem EUA, europa ou china, que gastam bilhoes em defesa conseguiram essa tecnologia, no mais, stealth é um conceito, se voce soubesse um pouco sobre o assunto pensaria o seguinte, quando um radar super avançado conseguir detectar um F22 a mais de 100Km, vai detectar um rafale a mais de 1000Km, ou seja os 5G sempre vao ter uma larga superioridade frente aos 4G, nao importa o quanto os radares avançarem, entendeu

          • BW, os stealth 5G tem a vantagem da furtividade e a desvantagem do altisssimo custo, desenvolvimento não 100% concluido e menor capacidade de carregar armas.
            Os 4G tem a vantagem de serem um projeto já desenvolvido, com custos praticáveis e boa capacidade de carregar armas.
            O ambiente geopolitico mundial atual é para o 4G+ e não pros 5G.
            Se os Eua atacarem Russia ou China com seus F22, a resposta viria com ICBMs, assim tanto faz 5G ou 4G, mas nem isso vai ocorrer pois os 3 paises são capitalistas, e uma guerra desse porte arruinaria a economia de td mundo, entendeu?

            • menor capacidade de carrgear armas? o f22 leva 8 misseis internamente e mais 8 externamente, total de 16, o F35 leva 8000 kg de armamento, acho que voce quer dizer que leva menos armamento internamente, mas é este uma das maiores vantagens dos stealth, um aviao LO, seja rafale, ou typhoon ou gripen quando carregados tem seu RCS aumentado pra mais de 1m² facilmente

              • BW, nós não vamos chegar a um acordo, pq estou levantando uma questão e vc ta respondendo outra.
                Não discuto a superioridade de um caça 5G sobre um 4G, isso é notório pois 5 é maior q 4.
                O q estou questionando é a redução da importância estratégica dos caças 5G hj e nas próximas 3 decadas, em virtude do novo cenário geopolítico e economico mundial.
                Não adianta discutir, então vamos esperar as próximas noticias e tirar nossa conclusões sobre fatos.

                Abç, amigo.

          • Sei Não! pra mim os sistemas anti-aéreos S-500, já devém detectar aeronaves stealth, a mais de 30Km.

            • mas o F35 por exemplo pode disparar suas armas contra um S-500 há 200Km, de qualquer modo quem voce apostaria contra um S-500, um F35 ou um rafale? só estou dando um exemplo, o S-500 tá longe de existir, os russos mal conseguem pagar pelo S-400

              • Se os Eua atacassem a Russia com um F22 ou F35, pode acontecer o q vc disse, porém a resposta russa não seria enviar um Pak Fa ao Alaska, e sim um ICBM sobre alguma cidade americana.
                Ou seja os Eua ganhariam uma batalha, mas a guerra estaria perdida para todos.
                Ai q diferença faria ter caças 5G, 4G ou 3G?

        • uma aeronave tem que ter um RCS maximo de 0.01m² pra ser considerada stealth, se os russos nao conseguirem isso depois de tantos anos eles sao uns verdadeiros incompetentes, mas creio que o pak vai ser stealth, mas nao vai chegar ao nivel do F22 nem do F35, isso é quase certeza

      • É verdade o estudante australiano e o técnico tcheco estavam usando um vídeo cassete (VHS) rastrearam e gravaram os B-2 Spirit..

        Porém, as imagens não ficaram muito boas, agora estão tentando usar um betamax 12.7 mm..

        🙂

    • mais uma coisa, antes de 2010 os russofilicos costumavam falar que avioes stealth nao prestavam e que novos radares iriam tornar obsoletas essas aeronaves, mas daí o pak fa voou e boom!! nao se ve mais uma viva alma com essa opiniao, porque se os russos estao investindo nessa tecnologia deve prestar né…

      • BW, o PakFa e o J20 são programas publicitários, mais com efeito de dissuasão, tipo aqueles misseis de papelão nos desfiles russos de 1o Maio.
        Vc ficou bravo comigo pq tenho tocado em uma ferida q poucos ousam discutir, mas os fatos tem corroborado o q digo.
        Pq a produção do F22 foi interrompida?
        Pq estão fazendo upgrade nos caças 4G, com recursos desenvolvidos nos 5G?
        Pq tantos cortes nas encomendas do F35?
        Pq o F22 só voa em volta de seus hangares?

        Abç.

        • crise e falta de grana meu caro, , e o F22 nao voa só em volta dos hagares, já foram pro japao, guam, e estao voando no limite da fronteira com a russia no alaska

          • "…crise e falta de grana…" Vc acabou de responder de novo "meu caro".
            Não estou questionando os 5G por sua superioridade técnica q é indiscutível, e sim pelo lado geopolitico e economico.
            Por isso as nações estão implementando as melhorias avionicas nos 4G e tendo com isso um vetor mais avançado e bem mais barato q um 5G.
            O F22 se expõe pouco pelo mundo pq sabem q com radares OTH (como disse o Ilya abaixo) sua assinatura pode ser reconhecida como ocorreu na Bósnia com o F117, 1o avião stealth q já foi aposentado.

            • a questao é a qual distancia o F117 foi detectado e derrubado, e depois de quantas missoes realizadas, usar o exemplo da bosnia só prova que voce nao entende do assunto, avioes stelth nao sao invisiveis, mas podem se aproximar 10x mais dos radares que avioes convencionais

        • Caro Edson,

          Tudo que você ver e ouvir contra, a respeito do F-22 Raptor é balela, pois é o melhor caça do mundo..

          Quanto a voar fora dusisteitis, talvez por ser altamente "classificado" e não ter motivos para sair fora do país é que ficam ao redor dos hangares..

          O próprio Japão e o Reino Unido tentaram comprar o F-22 Raptor, porém, não obtiveram exito em virtude a alta sofisticação e dos segredos tecnológicos que o envolvem..

          Quem fala contra é papagaio dos russos, fala sem saber nada..

          • simon o que você o tempo todo trogete nós e meu país, a Rússia! chamá-lo de porcaria é lixo é um papagaio
            Compare seu avião F-22 e favorito evropeyseimi não nos tocar
            papagaios e vamos fazer o melhor avião do mundo e vendê-los TODO O MUNDO
            e sua f-22, eu aconselharia a lidar com os sistemas e que muitas vezes cai e seus pilotos die-caro
            Uma última coisa desde que o comissionamento de um 2005 f??-22 não participou em qualquer transação

            mas vseravno f-22 é uma referência no mundo, mas o PAK FA vai logo apanhar e ultrapassar o seu

            • Há muita controvérsia a respeito! O PAK FA sem dúvida será um grande avião mas ainda acho que em termos de furtividade o F-22 é superior. Não é à toa que a Sukhoi pretende equipar o PAK FA com radares dos bordos de ataque das asas.

            • em uma coisa voce está certo, o pak fa concerteza vai apanhar do F22, voce mesmo disse, kkk, maldito google translator…

        • Você falou tudo! muito provavelmente Tanto os Russos, quanto os Yanks, já dévem ter um "antidoto" para combater tais aeronaves. Radares que operam na banda L, são muito eficientes contra este tipo de aeronave, fora isso como o colega Edson disse: porque a produção do F22 foi interrompida? não seria falta de grana, já que o orçamento do tio Samuel, na área de defesa supera R$ 600 bilhões de dólares!!!, fora isso muitos projetos de menos importancia continuam a todo o vapor por la; a questão é: quanto vale uma arma, de alto valor estratégico? muito, então porque os Yanks não ensistirão mais no F22? certamente seria porque o valor estratégico deste caça não é tão grande como muitos pensam.

    • Não sei do episodio! Mas já disse com o avanço da eletronica vai logo logo terminar a era do Stealth, por obra da fuselagem. O importante vai ser a avionica sofisticada.

      • a era do stealth só está começando, ou voce acha que os paises vao voltar a fazer avioes com o RCS do B-52? eletronica sofisticada tambem pode ser aplicada em avioes stealth, somado com o baixo RCS no futuro nao vai haver mais espaço para os 4G

        • "…nao vai haver mais espaço para os 4G…"
          Não é isso q os fatos tem mostrado, meu caro.

          • russia e china já tem seus prototipos de 5G voando, EUA já tem varias aeronaves stealth voando, japao, coreia do sul, turquia já estao tentando fazer os seus, na europa grande parte vai de F35, até a suecia já esta planejando o seu, só a frança que vai ficar forever alone com o rafale, com tantas naçoes adquirindo seus 5G onde está o epaço para os 4g, digo no futuro

        • Preta Cobra! A invisibilidade maior será a eletrônica! Então gastar a leitinho das crianças em invisibilidade pela forma do vetor e perda de tempo. O jammer do F-18 já esta cegando os radares o que o torna invisivel!. Sim.

    • O que eu sei, foi que estudantes australianos, trabalhando com um radar OTH, detectaram um B-2 decolando de Guam…

      Descontando o sensacionalismo inerente à notícia, fato é que os radares OTH, sabidamente, detectam aeronaves com perfis "stealth"…

      Como se sabe, é a freqüência empregada, que é afetada pelo formato "stealth", portanto, os projetistas das aeronaves com esse conceito, procuram otimizá-las para as bandas que fornecem precisão. Por isso, radares de antigas tecnologias, como os de freqüência VHS, detectam as aeronaves "stealth"…

      Um radar OTH (Over The Horizon), é um tipo interessantíssimo, cujas emissões refletem na ionosfera, permitindo que se detecte algo a distâncias continentais… O radar OTH não é uma tecnologia nova, mas antiga, aplicada desde o final dos anos 50. Ela (tecnologia de radar OTH) foi a forma pela qual as duas potencias se precaviam de um ataque nuclear preemptivo, durante a guerra-fria, antes que os satélites de reconhecimento se mostrassem plenamente confiáveis.

    • Até onde se sabe todos voam. Até aquele acidentado em Guam(?) há uns 2/3 anos. A noticia dá conta que o vetor e os avionicos já possuem 30 anos, por isso o retrofit.

  2. Vc tem razão Symon, todos eles os antigos aliados ou ex-aliados hoje
    americanos, russos, bretãos, francos.

  3. Não acredito nos mundos e fundos que a tecnologia stelth diz trazer, pra mim é simulação de computador, pergunta pra Dassault, BAE e elas dizem que seu caça derruba até ovni.

    Quando um F22 passear em céu russo/chinês ai a gente discute sobre seus benefícios.

    Quanto ao T50, quando ele estiver pronto o que é pretendido pelo projeto e não uma gambiarra russa como é a que pretende entrar em operação em 2014, quando estiver pronto a gente discute se é melhor que o F35 e F22.

  4. Caramba se vem uma noticia dos "americanus" dizendo que o F-35 vai disparar m… explosiva, não pensam duas vezes em elogiar, agora se outra nação (exerção da suécia) falar qualquer coisa logo vem as criticas.
    Fanáticos…

  5. Me lembro de uma foto do B-2 tirada pelo IRST do EF-2000… e aí que papo é esse de que avião stelth não pode se detectado por caças russos e europeus?
    Coloca no google "‘Invisível’ ao radar, mas não ao IRST".

    • Certo! O IRST que estava abandona, voltou a ativa para combater os aspectos positivos da furtividade. Logo logo não vair sobrar Stealth, só para países copmo o Brasil que não investe em segurança e controle do seu espaço aéreo.

      Explicado! Pesquisa e muita pesquisa na eletronica. Na verdade estamos nos preocupando com vetores Stealth, quando a nossa preocupação é muito mais em baixo, devemos nos preocupar com aviões sem Radar AESA, tipo MIG-21, F-16A, F-18A/B, e assim por diante. Pois até este mais antigos com 50 anos de idade são super ameaças a serem consideradas. Os (56) F-5EM e muito pouco para cobrir todo o páis. 200 F-5, 126 Super Hornet, e 24 F-15C em Anapólis.

      • Me dei conta de que o PAF FA tem um RCS alto, mas eles não estão dando importância a isto. Devem estar confiando no propalado RADAR AESA, Pazatron… que terá um alcance de 300KM. Os ocidentais estão pensando em radar AESA (embarcado) de até, no máximo 200KM… tem coisa neste angu.

Comments are closed.