O incidente ocorreu quando o Airbus A319 da Delta Airlines ia de Boston para Detroit.

O voo 159 da Delta enfrentou um incomum tráfego. No dia 26 de março de 2017, um balão meteorológico, conhecido como OLHZN (Overlook Horizon High Altitude Balloon) decolou da Honeoye, NY, perto de Rochester New York. Sobre Newark, Nova York (não Nova Jersey), o balão e o avião tiveram um encontro próximo a 11.500 m (38.000 pés).

No vídeo divulgado pela equipe OLHZN, pode-se ver que o balão está a menos de 300 m (1.000 pés) abaixo do Airbus. Este vídeo é realmente único por alguns motivos. O balão é quase estacionário e não possui motor. Portanto, o balão é capaz de capturar os sons nativos e tipicamente serenos do mundo. No entanto, neste caso, o jato Delta passa como um avião de combate zumbindo. O jato passa pelo balão a mais de 740 km/h.

Esta é uma perspectiva muito diferente da maioria das pessoas que observam jatos em altitude. Os pilotos freqüentemente vêem o tráfego cruzado. Mas eles vêem o tráfego de suas perspectivas, onde também estão se movendo através do céu a centenas de quilômetros por hora. Eles também nunca ouvem o ruído do motor da outra aeronave.

Os encontros de aeronave com balões meteorológicos não são tão comuns. Eles ocasionalmente ocorrem quando o balão aumenta acima dos níveis de voo, onde as aeronaves geralmente voam. Os controladores de tráfego aéreo estão conscientes desses vôos de balão e fazem o possível para encaminhar o trânsito em torno deles. Na edição de vídeo, a equipe OLHZN diz sobre o vôo: “Todos os nossos vôos seguem os requisitos do Regulamento Federal de Aviação da FAA…e aeroportos locais para garantir Operações seguras“.

O balão finalmente subiu para uma altitude de 31.255 m, pousando no noroeste de Syracuse, Nova Iorque.


FONTE: Avgeekery

2 COMENTÁRIOS