Airbus A330-300 “HB-JHN” da Swiss.

Um voo da Swiss International Air Lines com destino a Miami teve que retornar ao aeroporto de partida de Zurique quando a tripulação notou que os banheiros do avião Airbus A330 estavam quebrados.

No dia 20 de dezembro, um voo LX-66 da SWISS International Airlines de Zurique para Miami, com 236 passageiros, foi forçado a retornar após três horas da partida devido aos banheiros quebrados, resultando em seis horas de viagem essencialmente para lugar nenhum.

A aeronave prefixo HB-JHN estava sobre o Atlântico, oeste da Irlanda, quando o problema foi descoberto. Os pilotos do Airbus A330-300 da SWISS decidiram retornar a Zurique quando o problema foi relatado pela tripulação de cabine.

Técnicos consertaram os banheiros quebrados da aeronave no aeroporto de Zurique. O problema foi identificado como um defeito no sistema de águas residuais, que levou cerca de quatro horas para ser solucionado.

O voo decolou de Zurique para Miami novamente, com cerca de oito horas de atraso.

“É claro que é muito desagradável quando algo assim acontece”, disse um porta-voz da Swiss International Air Lines à agência de notícias suíça Keystone-SDA.

Não ficou claro se todos os lavatórios da aeronave estavam quebrados e as especificidades do problema também não ficaram evidentes. Também não está claro por que o problema não foi detectado anteriormente ainda no solo.

Anúncios

1 COMENTÁRIO

  1. Procedimento, guidelines, check list e funcionários que não veem a hora de aplicá-los. Isso é a Europa meus amigos, e é assim que os europeus lidam com os problemas. Um vôo de Zurique para Miami dura 10:35hs e os passageiros tiveram que voar 6 horas com os banheiros danificados. Por quatro horas a mais nessas condições causou-se o caos, um dia perdido de férias, cancelamento de reuniões, etc. mas o savoir faire do Suiço diz o contrário, sigam os procedimentos e voltem. Isso é a Europa, isso são os europeus. Avesso ao trabalho e lenientes.