O novo Beluga XL decola de Bremen, com sua carga com destino para Toulouse. (Foto: Airbus)

A grande aeronave de carga da Airbus, a Beluga XL, fez seu primeiro voo de carga de Bremen para Toulouse. A aeronave carregava duas estruturas completas das asas um A350 XWB. A versão anterior é capaz de transportar apenas uma asa de cada vez.

A Airbus produzirá mais quatro Beluga XL até 2023. Os novos aviões substituirão gradualmente os Belugas de geração anterior.

Este novo avião de carga foi projetado para acelerar a montagem dos aviões de fuselagem larga da fabricante, como o Airbus A350XWB.

As asas de um A350XWB são carregadas no Beluga XL.

O novo Beluga XL é 7 metros mais comprido e um metro mais largo que seu antecessor. Sua capacidade de transporte é 30% maior que os atuais Belugas em serviço. Possui 51 toneladas de capacidade de carga, podendo cumprir uma distância de voo de 4.074 quilômetros (2.200 milhas náuticas). Seu peso máximo de decolagem (MTOW) chega a 227 toneladas contra 115 toneladas do antigo Beluga.

O cargueiro é destinado a transportar seções completas de aeronaves de cada vez, como asas, nariz, fuselagem, girando entre os vários locais da fabricante de aeronaves europeu, aeroporto localizados há apenas duas ou três horas de voo de Toulouse.

A Airbus lançou o programa Beluga XL em 2014 para produzir cinco unidades no total. A segunda aeronave já está sendo montada na França.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS

  1. Esse avião é muito estranho. Por onde passa assusta muita gente. Mas tem uma capacidade de carga incrível.

    • Caro maurocambuquira,

      Realmente, o que tem de feio, tem de útil.

Comments are closed.