O resultado de um Boeing 737-700 da Ethiopian que entrou em uma nuvem de gafanhotos.

Um Boeing 737-700 da Ethiopian Airlines ficou com o “nariz pintado” depois de atingir um enxame de gafanhotos durante o pouso.

O incidente aconteceu no dia 9 de janeiro, quando o Boeing 737 da Ethiopian, prefixo ET-ALN, estava descendo para o Aeroporto Internacional Dire Dawa – Aba Tenna Dejazmach Yilma.

Os pilotos realizaram os procedimentos de pouso sem declarar uma emergência. Após duas tentativas fracassadas de pouso, a aeronave desviou para Adis Abeba, onde pousou com segurança 34 minutos depois.

A aeronave passou por um processo de limpeza e inspeção no hangar de manutenção para possíveis danos. As equipes de manutenção não encontraram nenhum dano à aeronave e o Boeing 737 da Ethiopian estava pronto para voar no dia seguinte.

Enxames de insetos, como o incidente nos arredores de Dire Dawa, na semana passada, apresentam várias ameaças às aeronaves. É um problema comum na África. Os gafanhotos africanos são grandes e um enxame pode consistir em milhões deles podendo danificar os motores e bloquear os pontos de entrada. Eles também podem obscurecer os pára-brisas.

Enxames de insetos como esses também atraem pássaros que se alimentam. O ataque de pássaros, como vimos repetidamente, é uma ameaça significativa para aeronaves grandes e pequenas.

Anúncios