Boeing 777 Freighter nas cores da All Nippon Airways (ANA). (Foto: Boeing)

A Boeing e a All Nippon Airways (ANA) anunciaram que a companhia aérea japonesa fez um novo pedido para dois 777 Cargueiros, avaliados em US$ 678 milhões, de acordo com os preços de lista.

Enquanto a ANA é uma grande operadora do jato de passageiros 777, aumentou sua operação de carga com o 767 Freighter de tamanho médio. Ao adicionar o 777 Freighter – o maior e mais longo jato de carga bimotor do mundo – a ANA está expandindo suas capacidades de carga, assim como o mercado de frete aéreo continua crescendo a taxas historicamente altas.

“A carga aérea é uma parte essencial do crescimento do comércio global”, disse Hiroshi Sugiguchi, vice-presidente de Planejamento Corporativo e Administração da ANA Cargo. “Estamos comprometidos em desempenhar um papel fundamental no avanço do crescimento econômico do Japão através do comércio e esses novos aviões cargueiros nos ajudarão a cumprir nossa meta. A ANA garantirá que nossas operações de carga reflitam o serviço cinco estrelas que acumulamos nos últimos anos.”

No ano passado, o mercado global de carga aérea cresceu 9%, mais do que o dobro da taxa de crescimento projetada de longo prazo, de cerca de 4,2%. Em janeiro, o crescimento acima da tendência continuou com um aumento de 8% na demanda. Especialistas do setor dizem que o forte desempenho reflete o comércio econômico global, impulsionado em grande parte pela expansão do comércio eletrônico.

A ANA diz que planeja voar seus novos 777 Freighters em rotas internacionais, particularmente para a Ásia, China e América do Norte. Com este pedido, a ANA se tornará a primeira companhia aérea no Japão a operar 777 cargueiros.

“Estamos honrados que uma operadora de classe mundial como a ANA tenha decidido expandir seus negócios de carga com o 777 Freighter”, disse Ihssane Mounir, vice-presidente sênior de Vendas Comerciais e Marketing da The Boeing Company. “Este pedido valida ainda mais a liderança de mercado do 777 Cargueiro e seu excepcional alcance, capacidade de carga útil e confiabilidade”.

O 777 Freighter é capaz de voar 4.900 milhas náuticas (9.070 quilômetros) com uma carga útil de 102 toneladas métricas. O longo alcance do avião se traduz em economias significativas, pois menos paradas significam menores taxas de pouso, menor congestionamento, menores custos de manuseio de carga e menores tempos de entrega.

A Boeing é a líder do mercado de carga aérea, fornecendo mais de 90% da capacidade de carga dedicada ao redor do mundo.

Anúncios