O estágio principal do foguete SLS da Boeing.

A Boeing entregou na terça-feira (07/01) o estágio principal do primeiro foguete de exploração espacial do Sistema de Lançamento Espacial (SLS) da NASA, movendo-o para fora da Instalação de Montagem Michoud da NASA, em Nova Orleans, para a barcaça Pegasus da agência.

A NASA transportará o estágio principal do SLS para o Stennis Space Center, em Bay St. Louis, Mississippi, nos próximos dias para testes de motores a quente “Green Run” no final deste ano. Após a inspeção e a reforma para o lançamento, o estágio muda para o Kennedy Space Center, na Flórida.

Em Kennedy, o estágio central será integrado ao ICPS (Interim Cryogenic Upper Stage – ICPS) e à sonda Orion da NASA para a missão Artemis I que voará em torno da lua – o primeiro lançamento de uma sonda com humanos para a Lua desde a Apollo 17 em 1972.

O SLS Core Stage 1 é o maior estágio de foguete único já construído pela NASA e seus parceiros do setor. O lançamento segue várias semanas de testes e check-outs finais após a declaração da NASA de “estágio principal concluído” durante uma comemoração do Dia da Artemis em 9 de dezembro em Michoud.

O SLS é o foguete mais poderoso do mundo, evolutível e construído para transportar astronautas e cargas mais longe e mais rápido do que qualquer foguete da história. Suas capacidades incomparáveis ?auxiliarão naves espaciais, habitats e missões científicas com classificação humana para a Lua, Marte e além, como parte do programa Artemis da NASA.

O novo SLS da NASA auxiliará a agência nas novas missões para Lua.

“Estamos aplicando o que aprendemos com o desenvolvimento do primeiro estágio principal para acelerar o trabalho nos estágios 2 e 3, já em produção em Michoud, bem como no estágio superior de exploração, que fornecerá as missões Artemis mais ambiciosas da NASA”, disse John Shannon, vice-presidente e gerente de programas da Boeing SLS.

Anúncios

2 COMENTÁRIOS