Imagem: Boeing

A Boeing anunciou hoje seu investimento na Digital Alloys, Inc., uma empresa sediada em Burlington, Massachusetts, que desenvolve sistemas aditivos de alta velocidade para fabricação de múltiplos metais que produzem peças impressas em 3D para aplicações aeroespaciais e outras aplicações de produção.

A tecnologia Joule Printing ™ da Digital Alloys pode combinar rapidamente vários metais em cada peça, o que aumenta as propriedades térmicas, elétricas, magnéticas e mecânicas. O processo permite que metais como titânio e ligas de alta temperatura sejam impressos em 3D para peças que possam ser usadas em produtos da Boeing.

“Nosso investimento na Digital Alloys ajudará a Boeing a produzir peças metálicas estruturais aeroespaciais mais rapidamente e em maior volume do que nunca”, disse Brian Schettler, diretor da Boeing HorizonX Ventures. “Ao investir em empresas com tecnologias emergentes de fabricação aditiva, pretendemos fortalecer a expertise da Boeing e ajudar a acelerar o projeto e a fabricação de peças impressas em 3D para transformar sistemas e produtos de produção”.

Mockup do CST-100 Starliner. Foto:Phelan M. Ebenhack, The Washington Post

Criada em janeiro de 2017, a Digital Alloys desenvolveu uma abordagem de impressão 3D patenteada que evita o custo e a complexidade dos sistemas baseados em pó e oferece resolução mais alta do que outras técnicas de impressão 3D baseadas em fios.

“Nosso novo processo de impressão Joule é mais rápido, mais econômico e mais confiável do que outras abordagens”, disse Duncan McCallum, CEO da Digital Alloys. “A parceria com a Boeing nos tornará uma empresa mais inteligente e forte. Temos o compromisso de permitir que a Boeing e outros fabricantes líderes criem novos produtos valiosos rapidamente e com menor custo, incorporando a impressão 3D em metal em sua produção”.

A manufatura aditiva gera valor para a Boeing, reduzindo o custo e o tempo necessários para projetar, construir e entregar produtos aos clientes. Hoje, a Boeing tem mais de 60.000 peças impressas em 3D que voam em produtos espaciais, comerciais e de defesa. Este investimento é o mais recente exemplo do compromisso da empresa com a inovação na manufatura aditiva.

A Boeing HorizonX Ventures participou da rodada de financiamento Série B da Digital Alloys, liderada pela G20 Ventures, com a participação da Lincoln Electric e da Khosla Ventures. O portfólio de investimentos da Boeing HorizonX Ventures é formado por empresas especializadas em sistemas autônomos, armazenamento de energia e dados, materiais avançados, sistemas de realidade aumentada e software, aprendizado de máquina, propulsão híbrido-elétrica e hipersônica e conectividade da Internet das Coisas.

2 COMENTÁRIOS

  1. Adeus fundição , com a impressão 3D ,vão elaborar peças mais resistente e complexas ,produzidas com custo baixo e em grandes quantidades..mais uma dádiva da quarta revolução industrial….
    A um ano vi num vídeo de uma casa ser construída com impressão 3D ,pela startup Apis Cor na Rússia,fiquei abismado , conseguiram fazer uma casa em 24hs..aonde vai dar isso….

Comments are closed.