Aeronave KC-46 reabastece um F-15E Strike Eagle durante recentes testes na Base Aérea de Edwards. (Foto: John D. Parker / Boeing)

O programa do reabastecedor KC-46 da Boeing completou o seu planejado teste de voo com certificação de receptores de Fase II após três semanas de voos com aeronaves F-15E Strike Eagle na Base Aérea de Edwards, Califórnia.

As equipes do KC-46 da Boeing e da Força Aérea dos EUA iniciaram testes de certificação de receptor com a aeronave F-16 em abril de 2018. Desde então, a equipe conjunta também concluiu testes com o KC-135, C-17, A-10, KC-46, B-52 e aeronaves F/A-18.

“Essa conquista é uma homenagem as equipes da Boeing e da Força Aérea dos EUA por ajudar a preparar o terreno para o início do teste inicial de testes operacionais e testes de avaliação no próximo ano”, disse Mike Gibbons, vice-presidente e gerente de programas da Boeing KC-46A. “Estamos vendo um grande progresso tanto no teste quanto na produção e esperamos que o impulso positivo continue enquanto começamos a entregar a aeronave.”

Durante os testes de voo de certificação, o KC-46 e o avião receptor voaram em diferentes velocidades, altitudes e configurações para garantir compatibilidade e desempenho em todo o envelope de reabastecimento de cada receptor. Agora, a Força Aérea e a Agência de Certificação de Reabastecimento Aéreo revisarão todos os dados de teste e documentação antes de “certificar” cada aeronave.

“As equipes da Força Aérea estiveram conosco o tempo todo durante este teste crítico”, disse Jake Kwasnik, gerente do programa de testes da KC-46. “Foi incrível ver todos trabalhando juntos enquanto conduzíamos voos da Boeing Field e também nas bases aéreas de Edwards e Minot. ”

Seis aeronaves de teste já completaram mais de 3.700 horas de voo e forneceram mais de quatro milhões de libras de combustível em voo para aeronaves receptoras.

O teste de certificação de receptores de Fase III será conduzido pela Força Aérea na Base Aérea de Edwards em 2019. Esse teste incluirá aeronaves receptoras adicionais.

O KC-46, derivado da fuselagem comercial 767 da Boeing, é construído nas instalações da empresa em Everett, Washington. A Boeing está atualmente em contrato para os primeiros 52 dos 179 petroleiros esperados para a Força Aérea dos EUA.

O KC-46A é um navio-tanque multirole que pode reabastecer todas as aeronaves militares aliadas e de coalizão compatíveis com procedimentos internacionais de reabastecimento aéreo e pode transportar passageiros, carga e pacientes.

SEM COMENTÁRIOS