As quatro aeronaves E-767 do Japão serão modernizadas novamente pela Boeing.

A Boeing recebeu um contrato para atualizações dos computadores de missão das quatro aeronaves E-767 da Força de Autodefesa Aérea do Japão (JASDF), além de sistemas terrestres associados.

O acordo, anunciado no dia 12 de fevereiro pelo Departamento de Defesa dos EUA, está avaliado em mais de US$ 60,9 milhões, através de um contrato híbrido de preço fixo-incentivo, preço-fixo, custo-mais-taxa-fixa e custo-mais-taxa-incentivo.

O E-767 fabricado pela Boeing foi projetado como uma aeronave de sistema de controle e alerta aéreo antecipado (AWACS), e fornece ao Japão uma vigilância aérea e capacidades de comando e controle para forças táticas e de defesa aérea do país. A aeronave é essencialmente o sistema de controle aéreo e o radar de vigilância do Boeing E-3 Sentry instalado em um Boeing 767-200. A JASDF adquiriu dois E-767 no ano fiscal de 1993 e dois mais no ano fiscal de 1994.

O trabalho no contrato ocorrerá em Oklahoma City, Oklahoma; San Antonio, Texas; e Seattle, Washington, e deverá estar concluído em dezembro de 2022.

Esta é a segunda grande modernização do E-767 nos últimos anos. Em 2014, a aeronave foi equipada com computadores de missão atualizados, medidas de suporte eletrônico, sistema de alerta e prevenção de colisões, transponder interrogador IFF ANP/APX-119, UPX-40 IFF de próxima geração e atualizações de datalink.

A modernização anterior foi feita para tornar a frota de AWACS do Japão compatível e interoperável com a frota de aeronaves Boeing E-3 Sentry AWACS da Força Aérea dos EUA.

Mais de US$ 56,9 milhões serão obrigados à Boeing no momento da assinatura do contrato, disse o Pentágono.

Anúncios

4 COMENTÁRIOS

  1. Japão sempre nas notícias, depois do Nhonho muita gente está se mexendo.

    • O Japão sempre investiu e a Coreia do Norte não está dis****ndo nada com eles, a disputa deles é com os chineses.

    • A Coreia do Norte é um puppet da China.

      Os foguetes e ogivas são chinesas. Eles são espertos demais para entregar esse tipo de tecnologia sem ter controle. O Nhonho deve viver cercado de agentes chineses, se é que ele está vivo.

  2. O 767 é imponente não é? Mais umas 2 unidades cairiam bem nas mãos da FAB. Compra-las por definitivo na verdade.

Comments are closed.